Saiba porque as baterias do Galaxy note 7 explodem: Samsung responde

Como você sabe, o Galaxy Note 7 tem apresentado vários problemas com baterias que explodem. Você faz ideia do porquê isso vem acontecendo? Várias perguntas vêm sendo feitas com este tema, e a Samsung do Reino Unido respondeu com um comunicado:

“Baseado na nossa investigação, descobrimos que era um problema com a célula da bateria. Um superaquecimento da célula acontecia quando o anodo entrava em contato com o cátodo, o que é um erro muito raro no processo de produção”, diz a resposta.

Resultado de imagem para galaxy note 7 que explod

Por mais que os smartphones tenham evoluído bastante nos últimos anos, os módulos de bateria não conseguiram acompanhar todo esse avanço, ainda dependendo de componentes químicos altamente inflamáveis como, por exemplo, o lítio, que também possui um elevado potencial eletroquímico.

Quando uma bateria defeituosa superaquece, suas células se quebram, dando início a uma reação em cadeia, algo chamado de “fuga térmica”, uma das principais razões pelo qual ela explode. O problema pode ser engatilhado por um simples curto-circuito ou, como nesse caso, um defeito de fabricação.

A situação que envolve o tablet é tão séria, que até mesmo o órgão responsável pela regulamentação de voos e segurança dos passageiros nos EUA está cogitando banir o Galaxy Note 7 de embarcar nas aeronaves.

Mas eles afirmam que nunca houve relatos de ninguém que tenha se machucado em nenhuma parte do mundo e que quando acontece, é um caso isolado, apenas na bateria e não no aparelho.

Lançamento – Samsung Galaxy Note 7

n7A Samsung apresentA o Galaxy Note 7, um smartphone com tela grande de 5,7 polegadas. Não, você não leu errado: este é o sucessor do Galaxy Note 5, lançado em 2015. Com vidro curvado nas laterais e bordas de metal, ele é bastante parecido com o Galaxy S7 Edge, mas traz a caneta S Pen e alguns truques de software para aproveitar a tela grande.

O Galaxy Note 7 apareceu aos poucos nas últimas semanas, confirmando boa parte de suas especificações de hardware. Ele tem processador octa-core de 2,3 GHz, 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno, com entrada para microSD. Para aguentar tudo isso, a Samsung colocou uma bateria de 3.500 mAh, capacidade semelhante a do Galaxy S7 Edge.

A empresa manteve a boa câmera do Galaxy S7. O sensor traseiro tem 12 megapixels e tecnologia Dual Pixel, que melhora a velocidade e precisão do foco, além de lente com abertura de f/1,7. Na frente, há uma câmera de 5 megapixels. Mas tem outro componente curioso ali do lado: é um leitor de íris, utilizado para complementar o sensor de impressões digitais.

O leitor de íris poderá ser utilizado para fazer transações pelo Samsung Pay ou desbloquear a tela do aparelho “com um piscar de olhos”. Ele também adiciona uma camada de segurança a mais ao Knox, recurso de segurança voltado especialmente para usuários corporativos.

O design não foge do padrão dos topos de linha mais recentes da Samsung, contando com resistência contra água (IP68) e vidros de bordas suaves. Agora, há proteção Gorilla Glass 5, que protege melhor o aparelho contra quedas.

Uma novidade é a porta USB-C, que também fez a empresa lançar uma versão renovada dos óculos de realidade virtual Gear VR, com suporte ao novo padrão.

Com Android 6.0.1 Marshmallow, o Galaxy Note 7 traz o recurso Always On Display (que mostra informações na tela mesmo em standby), a capacidade de criar GIFs com o Smart Select e novos comandos da S Pen, como o Magnify (dá zoom em itens na tela) e o Translate (traduz o que está escrito), que podem ser utilizados apenas aproximando a caneta da tela do aparelho.

No Brasil, o Galaxy Note 7 começará a ser vendido na primeira quinzena de setembro, mas a pré-venda será a partir de 22 de agosto. Ele estará disponível nas cores preto, dourado e prata, com preço sugerido de R$ 4.299, o mesmo do Galaxy S7 Edge. Quem comprar o aparelho na pré-venda vai ganhar o Gear VR e os fones de ouvido wireless Gear IconX.

Samsung Galaxy Note 7, confira todas as novidades

Praticamente falta um mês para o grande anúncio da Samsung do Galaxy Note 7. A novidade será revelada dia 2 de agosto em evento Galaxy Unpacked. Mesmo faltando pouco mais de 30 dias, já vimos praticamente todas as especificações possíveis sobre o aparelho serem reveladas, incluindo também novas tecnologias que estão presentes no tão aguardado phablet sul-coreano.

Se você ainda não está a par de tudo que veio surgindo na internet nos últimos meses sobre o aparelho, listamos aqui as sete especulações mais prováveis a estarem presentes no modelo quando este for lançado no próximo mês:

1. Snapdragon 821/823 ou Exynos 8893

sQue o Galaxy Note 7 deve chegar com hardware mais forte que o do atual flagship da empresa, é o que todos esperam. Os primeiros rumores apostam em um novo chipset da Qualcomm e também uma versão turbinada do Exynos 8890. Ainda não ficou certo se Qualcomm lançará o Snapdragon 821 ou 823 neste segundo semestre, mas o primeiro é o mais cogitado para o Galaxy Note 7. Já do lado da Samsung teremos o Exynos 8893, uma versão com overclock de 2,7 GHz. Estes novos chipsets devem garantir um ganho de desempenho em torno de 15 a 20% comparado ao Galaxy S7.

2. Leitor de íris

lEsta é a novidade mais aguardada pelo público, já que será o primeiro smartphone da empresa com biometria por íris. Samsung lançou um tablet com esta tecnologia recentemente, abrindo portas para implementar o recurso em outros produtos da empresa. Ainda nesta quinta-feira (30), vimos o painel do Galaxy Note 7 vazar na internet. O que vimos é que há três cortes na parte superior acima da tela que deixam clara a presença do leitor de íris. O aparelho também poderá contar com ajuda de IR para garantir que o smartphone consiga realizar a sua identificação mesmo em locais com baixa luminosidade.

3. 6 GB de RAM LPDDR4

6Em maio, Samsung iniciou a produção de módulos de memória de 6 GB para dispositivos móveis. Já era esperado que a novidade estreasse no Galaxy Note 7, trazendo um ganho não apenas em quantidade de memória, mas também uma redução no consumo comparado ao seu atual flagship devido ao novo processo de fabricação a 10nm. E o novo phabet não virá apenas com mais RAM, mas também novas opções de armazenamento, chegando a oferecer até 256 GB. O modelo de entrada, no entanto, passará de 32 para 64 GB. Além de oferecer slot para cartões microSD.

4. Mesmas câmeras do Galaxy S7 e S7 edge

mAlguns rumores começaram a apostar que Samsung traria uma câmera dupla para o seu novo grande lançamento. Mas de acordo com @Evleaks, Samsung usará os mesmos conjuntos de câmera, principal e frontal, do Galaxy S7 em seu novo lançamento. Isso significa que teremos uma câmera principal de 12 megapixels com abertura f/1.7, PDAF e tecnologia DualPixel para foco ultra rápido e câmera frontal de 5 megapixels com lentes grande-angulares e abertura f/1.7. Isso não quer dizer que ambos os aparelhos irão capturar as mesmas imagens e vídeos, a empresa poderá realizar alguns ajustes no software que traga melhorias perceptíveis.

5. USB padrão tipo-C

uUma tecnologia que fez falta no Galaxy S7 foi uma conexão USB-C. A novidade começa a ser adotada pela grande indústria e vem marcando presença em vários lançamentos de 2016. Fontes confiáveis afirmaram que o Galaxy Note 7 virá com conector USB-C para entregar alta velocidade de transferência e uma maior carga de energia transferida por USB. O conector pode utilizar a versão USB 3.1 ou anterior, porém faria mais sentido desfrutar das possibilidades oferecidas pelo modelo atual, já que ele permite o espelhamento da tela e o USB Power Delivery 2.0, capaz de oferecer velocidades ainda superiores no carregamento da bateria.

6. Bateria entre 3.600 e 4.000 mAh

bInicialmente era indicado que o Galaxy Note 7 viria com uma bateria de 4.000 mAh, sendo 1.000 mAh a mais do que é encontrado no Galaxy Note 5. Com esta adição energética, o novo phablet da Samsung teria um ganho teórico de 33%. Porém, uma fonte confiável alega que a empresa poderá usar a mesma bateria do Galaxy S7 edge. Ou seja, ao invés dos 4.000 mAh, teremos apenas 3.600 mAh. Pode parecer um pouco decepcionante, mas com algumas otimizações e melhorias na tecnologia de carregamento acelerado, o aparelho não deverá ficar muito tempo grudado na tomada.

7. Certificação IP68

cAssim como o Galaxy S7, o Galaxy Note 7 é cogitado a vir com resistência aprimorada que permita usar o smartphones mesmo abaixo d’água. Esta certificação garante uma proteção contra a entrada de água no aparelho usando-o por até 30 minutos submerso em até 1,5 metro de profundidade. Só resta saber como Samsung manterá esta proteção com o aparelho contando com uma entrada para a S-Pen, algo que não está presente no Galaxy S7. De qualquer forma, a novidade poderia ter uma resistência menor, só contra derramamento de líquidos e respingos, o que não seria tão completo quanto o que é oferecido pela certificação IP68, mas seria melhor do que nenhuma proteção como nos modelos anteriores desta linha.