Pokémon Go já pode virar filme live action

pg3

O tão badalado jogo para smartphones Pokémon Go foi lançado há uma semana e se tornou um fenômeno mundial, apesar de ainda estar disponível somente na Austrália, Nova Zelândia, Estados Unidos, Japão e Alemanha. O game de realidade aumentada foi o responsável por inflar o valor de mercado da Nintendo em 9 bilhões de dólares em apenas sete dias e já se tornou um atrativo para outro mercado do entretenimento, o cinema. Segundo informações do site americano Deadline, a Legendary Pictures está em negociação com a empresa de jogos e a Pokémon Company, donas dos direitos sobre os monstrinhos, para lançar um filme live-action (ou seja, com atores reais) da franquia.

Segundo a publicação, por enquanto não há nenhum contrato firmado, mas muitas conversas sobre o assunto. Os videogames voltaram a se tornar um novo filão para Hollywood. Somente em 2016, há exemplos de longas que surgiram dos consoles, como Angry Birds, Warcraft e o futuro Assassin’s Creed.

A franquia Pokémon já possui certa experiência no cinema. Os monstrinhos já ganharam no total dezenove longas desde 1998, mas todos em formato de animação e acompanhando os personagens da série de anime, produzida desde 1997. Esses filmes, porém, são exibidos somente nos cinemas japoneses, e lançados em plataformas de streaming e DVD nos Estados Unidos. O Brasil chegou a receber apenas as duas primeiras aventuras da franquia nas telonas.

Pokémon Go foi lançado no ano em que os monstrinhos, representados pelo roedor amarelo Pikachu, completam 20 anos de idade e o sucesso do game mostra que a sua popularidade não se abalou. A bem-sucedida novidade da Nintendo se baseia em permitir que os fãs capturem Pokémons no mundo real. Através do uso de um mapa no estilo do Google Maps, os jogadores precisam vagar pelo mundo real para encontrar as criaturas e capturá-las utilizando as câmeras do celular. Além de disputar batalhas em ginásios espalhados pelo mundo virtual, mas localizados em pontos turísticos do mundo real, como a Casa Branca, em Washington.

Por enquanto, o jogo não está disponível no Brasil. No dia do seu lançamento, alguns fãs brasileiros até conseguiram baixar o game, mas após o gigantesco volume de downloads (nos EUA, o título já possui mais usuários que aplicativos de namoro como Tinder), os servidores da Niantic, a empresa criadora do game, ficaram sobrecarregados e eles bloquearam os acessos em algumas regiões do globo, até normalizarem a situação e liberarem oficialmente o aplicativo para o resto dos países.

Pokémon GO: Android infectado, como resolver eliminar malware e vírus

Pokémon GoA nova sensação na área dos jogos de realidade aumentada, o Pokémon GO, permite aos jogadores capturar os monstros de bolso que se escondem no mundo real e conquistar desafios pela Internet, viajando fisicamente ou dentro da própria aplicação.

O jogo que já pode ser descarregado de forma oficial nos Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia, ainda não está disponível para o resto do mundo, o que leva muitos utilizadores a tentarem obtê-lo através de outros canais que não a loja oficial da Google, o Google Play.

O download de apps a partir de canais não oficiais – neste caso um ficheiro executável com o Pokémon GO para sistemas Android – acarreta riscos de segurança e este caso não é exceção.

Um grupo de investigadores da empresa Proofpoint descobriu versões modificadas da app Pokémon GO que instalam malware para espiar os utilizadores, bem como outros conteúdos maliciosos nos terminais móveis. De imediato, a ESET passou a bloquear esta perigosa ameaça para Android que inclui uma ferramenta de acesso remoto, conhecida por DroidJack.

A solução de segurança antivírus da ESET para dispositivos Android, ESET Mobile Security que é gratuita e permite bloquear este malware detetado como Android/Spy.Kasandra.B, pode ser descarregada através da página oficial da ESET ou no Google Play e assegura que os utilizadores não correm o risco de instalarem versões modificadas do Pókemon GO nos seu smartphones Android.

A ESET recomenda que todos os utilizadores mantenham o software de segurança dos seus sistemas sempre atualizados, leiam os pareceres das pessoas que já instalaram a aplicação que estão prestes a descarregar, e tomem especial atenção às permissões requisitadas durante o processo de instalação.

Pokémon Go e o sistema de troca de Pokémons

pg5Pokémon Go está a ser um êxito tremendo em todo o mundo, mas o jogo em si está ainda muito cru em termos de opções e funções, algo que a própria produtora reconheceu. Em conversa com o Game Informer, o CEO da Niantic Labs, John Hanke, confirmou que vão introduzir funções no futuro, incluindo um sistema para jogadores trocarem pokémons entre si. Hanke até reconheceu que essa função é um “elemento nuclear” da experiência dos jogos Pokémon.

Num futuro próximo a Niantic espera ainda introduzir novas formas de interação com as PokéStops, e melhores servidores – o que são boas notícias para quem está a ter problemas de ligação. Embora estas novidades estejam previstas para breve, não foi avançada qualquer data para a sua chegada.

Pokémon Go e a privacidade dos jogadores, riscos que o jogo pode trazer

Pokémon Go2

A nova febre Pokémon Go levantou, nos últimos dias, dúvidas sobre a privacidade dos jogadores, uma vez que o aplicativo exige acesso total às informações de quem usa a conta do Google para acessar o game. O problema, por enquanto, só foi relatado na versão iOS.

Especialistas em segurança expressaram preocupação com a versão no iOS do aplicativo da Nintendo após descobrirem que ele exige que os usuários deem total acesso a suas contas no Google – um nível de permissão que dava ao aplicativo alcance irrestrito a uma quantidade imensa de informação, incluindo o e-mail do usuário, calendário, mapas, histórico de localização e basicamente tudo que estivesse associado à conta do Google.

Além da preocupação com a privacidade, haveria ainda uma potencial ameaça à segurança. Isso porque a possibilidade de leitura e envio de e-mails daria acesso a informações ainda mais pessoais do usuário.

Em nota, a Niantic, responsável por desenvolver o Pokémon Go, reconheceu que o jogo pede “erroneamente” permissões para acesso total a contas do Google dos usuários no iOS e afirmou que está trabalhando para sanar o problema. A empresa disse ainda que nenhuma informação de usuário foi comprometida.

A Niantic afirma que o game apenas acessa informações básicas de perfil do Google, como a identificação do usuário e o e-mail e que “nenhuma outra informação sobre a conta do Google está sendo ou foi acessada ou coletada”.

“O Google verificou que nenhuma outra informação foi recebida ou acessada pelo Pokémon GO ou pela Niantic”, diz.

Segundo a Niantic, o Google está trabalhando com a empresa para que os usuários não tenham que ajustar as configurações de conta para resolver a questão. A desenvolvedora acrescentou que o Google em breve diminuiria as permissões exigidas por Pokémon Go para pedir apenas acesso a dados básicos de perfil.

A empresa, porém, não informou quanto tempo demoraria para diminuir as permissões de acesso exigidas pelo aplicativo.

Como jogar ‘Pokémon GO’ sem gastar bateria durante o jogo

PG2Pokémon Go ainda não foi liberado no Brasil, mas com sua disponibilização recente para alguns países na Europa, é apenas uma questão de tempo até podermos capturar monstrinhos virtuais e perder alguns quilinhos e talvez o smartphone nas longas caminhadas em busca de itens, ginásios e mais experiência.

Como o jogo ainda está em fase inicial, diversos problemas tem sido relatados pelos jogadores como, por exemplo, instabilidades no servidor, reset de contas, áudio distorcido entre outros — mas algo ainda mais preocupante está relacionado ao uso excessivo de bateria, praticamente obrigando treinadores a saír de casa com carregadores portáteis em suas mochilas para conseguir desfrutar satisfatoriamente da experiência de jogo.

O que muitos ainda não sabem, é que existem formas de reduzir potencialmente o consumo de bateria enquanto jogando, e o melhor de tudo, é que vamos explica-las antes do jogo estrear aqui no Brasil, dessa forma, os interessados poderão ter uma vantagem sobre quem já estava jogando lá fora, e tendo que voltar pra casa constantemente para recarregar seu smartphone e power bank.

Faça download dos mapas offline de sua área através do Google Maps para reduzir o uso de dados móveis

Localização offline no Google Maps

Por confiar-se em mapas e geolocalização para a jogabilidade, o Pokémon Go demanda um uso muito intenso do GPS, e está constantemente fazendo download de novas áreas do mapa com seus dados móveis quando você se desloca.

Para reduzir a utilização de dados, uma alternativa é baixar no próprio Google Maps uma versão offline da área onde você se encontra.

Opção “Battery Saver” reduz o uso de bateria enquanto jogando

Ativando o “Battery Saver”

Prevendo que o jogo utilizaria muita bateria, os desenvolvedores de Pokémon Go incluíram uma opção que reduz o uso da carga, porém, ela não vem ativada por padrão, sendo necessário fazê-lo manualmente.

Para ativar o “Battery Saver” clique na Pokébola, logo depois basta clicar no canto superior direito em “Settings” e ativar a opção em questão nas configurações.

Modos econômicos de bateria também podem ajudar a estender sua experiência de jogo

Modos de economia de bateria

Outra ideia além das apresentadas acima, é explorar os recursos nativos de seu smartphone relacionados à redução do consumo de bateria.

Nos Xperia, por exemplo, temos o Modo Stamina, já no iPhone, podemos contar com o Modo de Pouca Energia e o Night Shift ligados ao mesmo tempo; outros aparelhos trazem modos de economia que confiam-se na redução de atividades em segundo plano e também do ‘clock’ do processador, então vale a pena explorar essas possibilidades.

Desativas serviços de localização para outros apps reduzirá o uso do GPS

Serviços de Localização

Como Pokémon Go utiliza o GPS, ele necessita que os serviços de localização estejam ligados constantemente; mas você pode desativa-lo individualmente para outros apps, destinando o uso do recurso apenas para o game da Nintendo, ou desativando-o completamente quando seu jogo estiver em segundo plano ou você não estiver jogando de forma ativa.

Desligar a opção de Realidade Aumentada (AR) reduzirá o uso da câmera, poupando a bateria

Desligando a Realidade Aumentada (AR)

É interessante ver os Pokémons aparecendo em locais inusitados como, por exemplo, calçadas, privadas e no ombro e outras partes de pessoas, mas saiba que isso está constantemente utilizando sua câmera, ou seja, sugando mais bateria.

Desmarcar a opção “AR” no jogo enquanto capturando um Pokémon, reduzirá a utilização da câmera, ou seja, também ajudará a render algumas horas a mais de jogatina.

Você conhece alguma dica interessante para poupar bateria no Pokémon Go? Deixe suas sugestões e comentários no espaço abaixo!

Pokémon Go: maníacos pelo jogo não param nem com facadas

Verdadeiros zumbis. O mundo está louco por Pokémon Go. Sério, literalmente. Além do encontro de um cadáver,cilada virtual de bandidos, drone com caça remota e jogadores trapaceiros, agora foi a vez de um jovem estadunidense de 21 anos mostrar que está viciado no mais novo título da Nintendo. Na terça-feira desta semana, 12 de julho de 2016, Michael Baker, residente da cidade de Forest Grove, Washington, levou uma facada enquanto procurava os monstrinhos de bolso, o que não o impediu de continuar sua jornada para ser o melhor treinador do mundo.

Enquanto andava em busca de novos bichinhos para chamar de seus, trombou com alguém e o chamou para a batalha, pensando ser outro jogador de Pokémon Go, mas a história não acabou bem. O estranho tirou a arma branca de suas vestimentas e atacou o jovem no ombro, fugindo logo em seguida. Baker não procurou socorro, querendo mais tempo para desfrutar da jogatina.

jvA polícia local de Forest Grove confirmou ao The Telegraph que “um jovem de 22 anos levou uma facada, mas recusou o tratamento médico para continuar dentro do universo criado pelo título da Nintendo”. Ninguém ainda foi preso. “Eu o vi passar e perguntei se estava jogando Pokémon Go. Ele ficou, tipo, ‘o que?’. Eu acho que ele quis batalhar, pois veio a mim com uma faca”, disse Michael Baker ao canal FOX 12. “Depois de ser escaqueado, eu continuei minha missão. […] Eu basicamente arrisquei a minha vida”, completou.

Ironicamente, a primeira mensagem mostrada ao abrir o game feito pela Niantic Labs é para prestar atenção aos arredores, evitando que acidentes ocorram enquanto tenta capturar os monstrinhos. Desta vez, além de ficar de olho no ambiente que o cerca, também é bom analisar as pessoas que estão nas proximidades. Algumas delas estão inclinadas a esfaquearem quem quer que seja.

Pokémon Go no Brasil:

Pokémon Go ainda não estreou oficialmente em solo brasileiro. Ainda assim, é possível desfrutar de suas primeiras etapas no Android e no iOS. No sistema operacional da Google, basta baixar o aplicativo de forma alternativa, enquanto os usuários de iPhone precisam apenas criar uma conta na Apple Store e Google dos Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia ou Japão para conseguirem acessar o game.

Infelizmente, ao entrar no mundo da Nintendo, pode-se somente capturar o pokémon inicial, pois os demais não estão disponíveis no mapa. O sucesso estrondoso da novidade está causando instabilidades nos servidores, o que atrasaria o lançamento da plataforma em mais regiões. Passar o WhatsApp, Snapchat e até a pornografia não é para qualquer um, então kudos ao esforço da Nintendo e Niantic Labs. Quando Pokémon Go chegar por aqui, lembre-se de prestar muita atenção para onde está indo.

Pokémon Go: Entenda como funcionam e para que servem os itens

Pokémon Go coloca os jogadores para capturar monstrinhos no mundo real, mas o game de realidade aumentada para iPhone (iOS) e Android tem funções que podem ajudar os treinadores, como os itens. Eles funcionam de forma diferenciada e nem sempre é possível adquiri-los de graça. Conheça cada um dos disponíveis inicialmente e como funcionam:

PokéBola:

pbA PokéBola vermelha e branca está disponível desde o início do game e o treinador começa com uma boa quantidade delas. Elas servem para capturar Pokémon pelo cenário, e precisam ser repostas caso acabem – mas não se preocupe, é fácil conseguir mais.

As PokéBolas podem ser obtidas em PokéStops ou compradas com dinheiro real por meio das moedas virtuais adquiridas previamente. Com o tempo, quanto maior o nível do treinador, ele pode conseguir bolas melhores, como a UltraBola e a MasterBola.

 

Câmera:

caA câmera é um item “automático” e “infinito” do game. Ele é fixo e todo treinador tem um. Pode ser usado durante a captura dos Pokémon – basta pressionar o botão de câmera que aparece no modo de realidade aumentada e registrar uma foto no ambiente.

A câmera não tem uso limitado, não pode ser melhorada e nem obtida em PokéStops ou loja. Ela é totalmente fixa de cada treinador.

Lucky Egg:

luO Lucky Egg é um ovo diferente do padrão encontrado no game. Quando utilizado, ele dobra a experiência recebida do treinador durante 30 minutos, seja capturando Pokémon, passando por PokéStops ou dominando ginásios.

O Lucky Egg é um pouco mais raro de conseguir em PokéStops, mas pode ser comprado normalmente na loja.

Lure Module:

lurUm dos itens mais importantes do jogo, o Lure Module funciona de forma similar ao Incenso, mas só pode ser usado em PokéStops e serve para qualquer treinador que estiver próximo. Desta forma, ele atrai Pokémon durante 30 minutos para perto do PokéStop onde foi ativado.

Por ser muito útil para todos, ele é bem raro de se obter em PokéStops, mas pode ser comprado com moedas.

Egg Incubator:

eggO Egg Incubator serve para chocar ovos de Pokémon, da mesma forma que o padrão que já começa com o jogador. Porém, cada Incubator serve apenas para um ovo: comprando mais, temos a chance de incubar vários ovos por vez.

o Egg Incubator não aparece em PokéStops, mas pode ser comprado com moedas premium, por um preço bem salgado.

Bag Upgrade:

bagO Bag Upgrade é mais ou menos o que o nome em inglês define: uma melhoria para a mochila do jogador. Ela permite que o máximo de itens carregados com o treinador aumente em mais 50 do número inicial.

O Bag Upgrade só pode ser comprado, e não recebido em PokéStops.

Incenso:

inO incenso pode ser utilizado para atrair mais Pokémon para perto do treinador. Quando ativado, ele dura apenas 30 minutos, mesmo quando o jogador desliga o game no celular.

Assim como outros itens, os incensos também podem ser obtidos na loja online ou em PokéStops, de graça, mas de forma diferente.

Pokémon Storage Upgrade:

stoSimilar ao Bag Upgrade, o Pokémon Storage Upgrade aumenta em 50 o número máximo de Pokémon que podem ser salvos no computador do professor. A melhoria pode aumentar, conforme for comprada mais vezes.

Assim como no Bag Upgrade, este aqui não pode ser obtido em PokéStops, apenas na loja online com dinheiro real e moedas.

Itens medicinais:

medAssim como nos jogos tradicionais da série, Potion e Revive são itens medicinais para os Pokémon. A Potion restaura 20 pontos de vida de um Pokémon, enquanto o Revive recupera um monstrinho morto.

Os dois itens são obtidos em PokéStops, e não na loja online do game.

 

Tactical Ops Assault On Terror

Mergulhe no mundo de vida ou morte do contraterrorismo, Tactical Ops: Assault on Terror vai deixar você sem fôlego – literalmente. Usando o premiado engine do Unreal, Tactical Ops: Assault on Terror permite que você jogue nos dois lados das atuais manchetes dos jornais. No final, apenas um lado deve ficar de pé.

  • A estratégia principal no Tactical Ops é continuar vivo. Cada porta que você atravessa pode ser uma armadilha e cada movimento seu pode ser o último;
  • Armas reais, situações reais e cada um dos 29 diferentes mapas coloca você em um ambiente real (estação de trens, vila nas montanhas), armado com equipamentos militares originais, em um cenário que as forças secretas do Exército encontram todos os dias;
  • O melhor arsenal que o dinheiro pode comprar. Aperfeiçoe seu equipamento comprando metralhadoras, rifles de precisão, balas, proteções, granadas, etc, cada vez melhores;
  • Trabalhe como uma equipe militar. Dê cobertura e proteja as entradas nos locais mantendo seus companheiros de equipe vivos e tenha mais realismo em uma operação tática verdadeira;
  • Jogue com milhares de pessoas on-line. O computador mantém o registro de sua folha de serviços (número de mortes, número de vezes que você foi morto) e, no final, aponta qual foi a equipe vencedora.

Requerimentos e notas:

Requer processador Intel Pentium I450 MHz ou superior com 64 MB de RAM, placa aceleradora 3D com 8 MB (16 Mb recomendado), 700 MB de espaço em HD e DirectX 8.1.

  • Tam.: CD Completo
  • Hospedagem: – 8 Partes

(Parte01)

(Parte02)

(Parte03)

(Parte04)
(Parte05)

(Parte06)

(Parte07)

(Parte08)

Naruto: The Way of the Ninja

Naruto: The Way of the Ninja é um jogo de luta baseado no famoso seriado de televisão Naruto, exibido no Cartoon Network do Brasil. Os personagens conhecidos da série marcam presença com seus golpes e especiais que são marca registrada!

Para quem não conhece, Naruto é um mangá japonês que acabou virando desenho animado. O enredo conta a história de três jovens ninjas — Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiba e Sakura Haruno — através do seu árduo caminho até se tornarem grandes guerreiros.,

Há anos, na vila de Konoha, localizada na Terra do Fogo, um demônio-raposa de nove rabos chamado Kyuubi quase destruiu o universo. Graças aos esforços do chefe da vila, o Quarto Hokage, o demônio-raposa foi encerrado dentro de um bebê chamado Naruto. A série discorre sobre as aventuras e desventuras de Uzumaki Naruto até o apogeu de sua glória ninja.

Personagens

No total são 42 personagens, incluindo todos os astros da série como Naruto, Sasuke e Sakura (até mesmo em suas versões como crianças e algumas variações). Além disso, existem 8 personagens secretos que estão escondidos logo abaixo da foto de Hyuuga Hinata (o último personagem à direita e no canto inferior da tela).

Naruto: É o personagem principal da série e possui um gênio muito forte e agressivo. Seu sonho é se tornar um ninja grande e poderoso, conhecido como Hokage. Uma de suas habilidades é usar seu excesso de autoconfianças para fazer com que os outros acreditem nele.

Sasuke: Parceiro de Naruto, também desejar se tornar um ninja poderoso para poder assassinar Uchiha Itachi, prodígio sangue-frio do clã Uchiha e responsável por muitas mortes. Seguindo esse espírito de vingança como lema de sua vida, Sasuke evita aproximar-se e manter relações mais íntimas com outras pessoas.

Sakura: Admiradora incontestável de Sasuke, Sakura vive uma das viradas mais representativas de Naruto: de mulher sem forças, passa a guerreira perspicaz. No começo não suporta Naruto, por outro lado é afetuosa e amável com todas as pessoas. Descobre com o passar do tempo que a verdadeira essência do ninja está longe dos livros.

Modos de Jogo

Como todo jogo de luta tradicional, esta versão de Naruto conta com o modo Arcade e Versus. Outras opções divertidas são o Co-op (dois jogadores em cooperação), Team Arcade (Times contra Times), Survival (Sobrevivência), Training (treino) e CPU Watch (ver o computador lutando).

Nossa Opinião

Naruto: The Way of the Ninja é um ótimo tributo feito por fãs do anime/mangá e deve agradar a todos que simpatizam com o desenho ou são fãs de carterinha da série. Mesmo aqueles que não gostam muito de Naruto, podem se divertir, pois o jogo segue o estilo de clássicos como Street Fighter. Outro atrativo são os golpes e especiais fiéis, tanto em relação ao seriado quanto aos games da velha guarda. Em suma: recomendado para todo fã de uma boa porrada!

Comandos:

Player 1
Mover o Personagem: Setas Direcionais.
Tecla Q: Soco Fraco.
Tecla W: Soco Médio.
Tecla E: Soco Forte.
Tecla A: Chute Fraco.
Tecla S: Chute Médio.
Tecla D: Chute Forte.
Enter: Start.

Player 2
Mover o Personagem: Setas Direcionais do Teclado Numérico (NumPad 8,4,2,6).
Tecla 0 (zero): Soco Fraco.
Tecla , (vírgula): Soco Médio.
Tecla Enter Direito: Soco Forte.
Tecla + (mais): Chute Fraco.
Tecla – (menos): Chute Médio.
Tecla * (asterisco): Chute Forte.
Tecla / (barra): Start.

Brasfoot 2016 Download Free

Brasfoot é um jogo onde você é um técnico futebol, com compra e venda de jogadores, escolha de táticas.

Jogo no estilo do Elifoot, porém com escudos nos times, opção de mudar preço dos ingressos, campeonatos estaduais, Taça Libertadores, Mundial Interclubes, etc! Nesta nova versão: Copa do Mundo de seleções, Copa-Sulamericana, Copa da UEFA e muito mais! Continue lendo “Brasfoot 2016 Download Free”