Vendas do Nintendo Wii batem recorde nos EUA em dezembro

A Nintendo informou que atingiu um nível recorde de vendas de seu console Wii nos Estados Unidos em dezembro, desafiando temores de mercado de que o auge do videogame, lançado há três anos, tenha passado.

A companhia também afirmou que as vendas de seu videogame portátil DS provavelmente atingiram patamar inédito nos EUA em 2009, e que seu total de vendas chegou a 40 milhões de unidades na Europa, tornando-o o aparelho para games mais vendido da história no continente.
Divulgação Nintendo informou que atingiu um nível recorde de vendas de seu console Wii nos Estados Unidos durante o mês de dezembro. “Creio que agora podemos dizer que o Wii se recuperou da queda”, disse o presidente-executivo da empresa, Satoru Iwata.
“Mas não tenho certeza se é prudente usar palavras como renovação ou recuperação de modo inconsequente antes de ter certeza absoluta que poderemos manter esse ritmo.”
Com a enorme demanda pelo games Wii e DS, as ações da Nintendo saltaram mais de cinco vezes em dois anos desde outubro de 2007. Com isso, a empresa alcançou o posto de terceira companhia do Japão com maior valor de mercado.
Desde então, no entanto, os papéis da empresa caíram 68% com sinais de que as vendas de consoles e games diminuíam.
A Nintendo vendeu mais de 3 milhões de unidades do Wii nos EUA em dezembro de 2009, contra 2,14 milhões de unidade no mesmo período do ano anterior, graças a uma série de lançamentos fortes de novos jogos como o “New Super Mario Bros. Wii”, além de um corte no preço do console, segundo Iwata.
A Nintendo cortou em 20% o preço do Wii, console mais vendido que o PlayStation 3, da Sony, e o Xbox 360, da Microsoft, no segundo semestre do ano passado para trazer força de volta às suas vendas.

CEF atrasa pagamento a construtores do Minha Casa Minha Vida

Crise, preparem-se 2015 deve piorar!

Acendeu a luz laranja  nas empreiteiras que constroem para o Minha Casa Minha Vida. Não por causa do atraso de alguns dias nos pagamentos devidos pelo governo. Mas por sinais emitidos pela Caixa Econômica Federal de que os pagamentos de dezembro vão atrasar muito mais.

TelexFree últimas notícias: empresa tem bens congelados, acusação de fraude nos EUA

A coisa não anda nada boa para TelexFree americana, governo americano congela bens alegando fraude no sistema financeiro.

Milhões de dólares em ativos da TelexFREE foram congelados nos Estados Unidos, após acusação de fraude, segundo informações da mídia americana.

Nesta semana, a SEC, comissão de valores mobiliários do país, entrou com uma ação contra a empresa, na Justiça do Estado de Massachusetts.

Segundo os órgãos reguladores americanos, a empresa já teria arrecadado mais de um US$ 1 bilhão nos EUA, com o suposto “esquema ilegal de pirâmide” financeira.

Muitas das supostas vítimas são imigrantes do Brasil e da República Dominicana, de acordo com o Wall Street Journal.

Na esteira das acusações, a SEC congelou os bens dos coproprietários James Merrill e Carlos Wanzeler, além de seis de seus colaboradores.

Na terça-feira, agentes do FBI e do Departamento de Segurança Interna invadiram os escritórios da Telexfree em Marlborough, de onde o diretor financeiro da empresa, Joseph Artesanato, teria tentado sair com US $ 38 milhões em cheques bancários em um saco, conforme o Boston Globe.

Somente em Massachusetts, o secretário de Estado William F. Galvin disse que as supostas vítimas da TelexFREE haviam perdido US$ 90 milhões.

Em todo os EUA, a empresa levantou US$ 300 milhões de dólares de residentes em 21 estados, de acordo com o SEC.

Segundo a Reuters, participantes do esquema têm que pagar à TelexFREE US$ 289 dólares por um kit de publicidade ou US$ 1.375 por cinco kits.

Em troca pela publicação de anúncios publicitários pré-escritos em determinados sites, a companhia prometia retornos anuais de até 250 por cento.

O congelamento dos bens da empresa ocorreu poucos dias depois da TelexFREE entrar com pedido de concordata no estado de Nevada, na segunda-feira.

No Brasil, as operações da empresa foram suspensas e seus bens bloqueados em 2013, a pedido do Ministério Público do Acre.

Via Exame.com

Lista com carros mais vendidos no Brasil em março 2015

Surpresa neste mês de março, o Palio, da Fiat, liderou as vendas de automóveis em março, desbancando o Gol, da Volkswagen, VW Up! Ainda não emplacou.

No período, 179.861 carros foram vendidos no Brasil, segundo dados da Fenabrave. O número é 18,3% menor em relação ao mesmo período do ano passado.

Veja, a seguir, os modelos mais vendidos no país. Ranking não inclui a categoria comercial leve.

Palio

Vendas em março de 2014: 13.293 unidades

Vendas em março de 2013: 14.042 unidades

Crescimento: -5,33%

Montadora: Fiat

Gol

Vendas em março de 2014: 12.545 unidades

Vendas em março de 2013: 19.228 unidades

Crescimento: -34,75%

Montadora: Volkswagen

Onix

Vendas em março de 2014: 12.245 unidades

Vendas em março de 2013: 9.048 unidades

Crescimento: 35,33%

Montadora: Genetal Motors

Uno

Vendas em março de 2014: 10.275 unidades

Vendas em março de 2013: 15.238 unidades

Crescimento: -32,56%

Montadora: Fiat

Fiesta

Vendas em março de 2014: 9.045 unidades

Vendas em março de 2013: 9.139 unidades

Crescimento: -1,02%

Montadora: Ford

HB20

Vendas em março de 2014: 8.312 unidades

Vendas em março de 2013: 12.537 unidades

Crescimento: -33,7%

Montadora: Hyundai

Siena

Vendas em março de 2014: 7.716 unidades

Vendas em março de 2013: 8.558 unidades

Crescimento: -9,83%

Montadora: Fiat

Fox/Cross Fox

Vendas em março de 2014: 7.313 unidades

Vendas em março de 2013: 9.728 unidades

Crescimento: -24,82%

Montadora: Volkswagen

Sandero

Vendas em março de 2014: 6.006 unidades

Vendas em março de 2013: 5.845 unidades

Crescimento: 2,75%

Montadora: Renault

Prisma

Vendas em março de 2014: 5.603 unidades

Vendas em março de 2013: 4.264 unidades

Crescimento: 31,4%

Montadora: Genetal Motors

Voyage

Vendas em março de 2014: 5.088 unidades

Vendas em março de 2013: 8.388 unidades

Crescimento: -39,34%

Montadora: Volkswagen

Civic

Vendas em março de 2014: 4.392 unidades

Vendas em março de 2013: 4.866 unidades

Crescimento: -9,74%

Montadora: Honda

HB20S

Vendas em março de 2014: 3.680 unidades

Vendas em março de 2013: 0 unidades

Crescimento: 0%

Montadora: Hyundai

Up!

Vendas em março de 2014: 3.517 unidades

Vendas em março de 2013: 0 unidades

Crescimento: 0%

Montadora: Volkswagen

Celta

Vendas em março de 2014: 3.400 unidades

Vendas em março de 2013: 6.638 unidades

Crescimento: -48,77%

Montadora: General Motors

Logan

Vendas em março de 2014: 3.273 unidades

Vendas em março de 2013: 1.279 unidades

Crescimento: 155,9%

Montadora: Renault

Corolla

Vendas em março de 2014: 2.945 unidades

Vendas em março de 2013: 3.658 unidades

Crescimento: -19,49%

Montadora: Toyota

Fit

Vendas em março de 2014: 2.645 unidades

Vendas em março de 2013: 3.478 unidades

Crescimento: -23,95%

Montadora: Honda

Cobalt

Vendas em março de 2014: 2.633 unidades

Vendas em março de 2013: 4.187 unidades

Crescimento: -37,11%

Montadora: General Motors

Etios HB

Vendas em março de 2014: 2.587 unidades

Vendas em março de 2013: 2.798 unidades

Crescimento: -7,54%

Montadora: Toyota

Spin

Vendas em março de 2014: 2.435 unidades

Vendas em março de 2013: 2.943 unidades

Crescimento: -17,26%

Montadora: General Motors

C3

Vendas em março de 2014: 2.398 unidades

Vendas em março de 2013: 3.084 unidades

Crescimento: -22,24%

Montadora: Citroën

Classic

Vendas em março de 2014: 2.345 unidades

Vendas em março de 2013: 6.197 unidades

Crescimento: -62,15%

Montadora: General Motors

City

Vendas em março de 2014: 2.072 unidades

Vendas em março de 2013: 2.938 unidades

Crescimento: -29,47%

Montadora: Honda

Focus

Vendas em março de 2014: 2.002 unidades

Vendas em março de 2013: 1.771 unidades

Crescimento: 13,04%

Montadora: Ford

Etios Sedan

Vendas em março de 2014: 1.820 unidades

Vendas em março de 2013: 2.180 unidades

Crescimento: -16,51%

Montadora: Toyota

Punto

Vendas em março de 2014: 1.805 unidades

Vendas em março de 2013: 3.536 unidades

Crescimento: -48,95%

Montadora: Fiat

208

Vendas em março de 2014: 1.606 unidades

Vendas em março de 2013: 0 unidades

Crescimento: 0%

Montadora: Peugeot

Cruze Sedan

Vendas em março de 2014: 1.423 unidades

Vendas em março de 2013: 2.008 unidades

Crescimento: -29,13%

Montadora: Genetal Motors

Golf

Vendas em março de 2014: 1.392 unidades

Vendas em março de 2013: 999 unidades

Crescimento: 39,33%

Montadora: Volkswagen

Idea

Vendas em março de 2014: 1.340 unidades

Vendas em março de 2013: 2.000 unidades

Crescimento: -33%

Montadora: Fiat

Doblò

Vendas em março de 2014: 1.178 unidades

Vendas em março de 2013: 1.000 unidades

Crescimento: 17,8%

Montadora: Fiat

March

Vendas em março de 2014: 1.076 unidades

Vendas em março de 2013: 1.693 unidades

Crescimento: -36,44%

Montadora: Nissan

Palio Weekend

Vendas em março de 2014: 1.067 unidades

Vendas em março de 2013: 1.111 unidades

Crescimento: -3,96%

Montadora: Fiat

Fiesta Sedan

Vendas em março de 2014: 1.060 unidades

Vendas em março de 2013: 1.859 unidades

Crescimento: -42,98%

Montadora: Ford

Sentra

Vendas em março de 2014: 1.047 unidades

Vendas em março de 2013: 637 unidades

Crescimento: 64,36%

Montadora: Nissan

Cruze HB

Vendas em março de 2014: 1.035 unidades

Vendas em março de 2013: 1.999 unidades

Crescimento: -48,07%

Montadora: Genetal Motors

New Fiesta

Vendas em março de 2014: 970 unidades

Vendas em março de 2013: 0 unidades

Crescimento: 0%

Montadora: Ford

  • Veja também

Carros que irão sair de linha

Bolha imobiliária no Brasil já é a maior de todos os tempos no mundo

bolha-2014A bolha imobiliária para alguns já é quase uma realidade, para muitos nem tanto, tudo não passa de um reajuste de preços, mas se lerem a reportagem de um blog da Super Abril, talvez alguns mudem de ideia.

A bolha mais violenta de todos os tempos foi a do Japão. Entre 1985 e 1991 os preços dos imóveis subiram 180%, em média, nas maiores cidades de lá. Quase uma triplicada em seis anos. Mas agora já era. Deixamos os japoneses para trás: em São Paulo, foram precisamente 181% de aumento, em seis anos também – de 2008 para cá. No Rio, 225%. Chupa, Japão. Continue lendo “Bolha imobiliária no Brasil já é a maior de todos os tempos no mundo”

Mercado imobiliário no Brasil já mostra efeito da bolha imobiliária

Bolha imobiliária, verdade ou mito, eis a questão.

placa

A temível bolha imobiliária que inflaciona de forma descomunal o preço dos imóveis em Brumado começa a perder a sua força, o que é um impacto direto da ampliação da oferta habitacional do município.

O programa “Minha Casa Minha Vida” que está implantando cerca de mil novas moradias, é um dos responsáveis diretos pelo “desinchar” da bolha, pois, principalmente no setor de alugueis, as ofertas poderão superar a demanda, o que pode causar queda nos preços, que são altos para um município que ainda não tem 100 mil habitantes. Continue lendo “Mercado imobiliário no Brasil já mostra efeito da bolha imobiliária”

Bolha imobiliária no Brasil já é realidade, especialista acham que estoura ainda este ano

É notório e evidente que a crise vem sendo estrategicamente camuflada pelos órgãos de comunicação, porque o setor imobiliário é um dos maiores anunciantes.

bolha-brasil

 

Semana passada, a Organização Globo tentou reaquecer o mercado, divulgando no jornal e na TV a oferta de uma apartamento no Leblon por R$ 66 milhões. Mas esse tipo de enganação tem limites e a situação do mercado chegou a um ponto que não dá mais para despistar. Continue lendo “Bolha imobiliária no Brasil já é realidade, especialista acham que estoura ainda este ano”

Vendas do Nintendo Wii batem recorde nos EUA em dezembro

A Nintendo informou que atingiu um nível recorde de vendas de seu console Wii nos Estados Unidos em dezembro, desafiando temores de mercado de que o auge do videogame, lançado há três anos, tenha passado.

A companhia também afirmou que as vendas de seu videogame portátil DS provavelmente atingiram patamar inédito nos EUA em 2009, e que seu total de vendas chegou a 40 milhões de unidades na Europa, tornando-o o aparelho para games mais vendido da história no continente.
Divulgação Nintendo informou que atingiu um nível recorde de vendas de seu console Wii nos Estados Unidos durante o mês de dezembro. “Creio que agora podemos dizer que o Wii se recuperou da queda”, disse o presidente-executivo da empresa, Satoru Iwata.
“Mas não tenho certeza se é prudente usar palavras como renovação ou recuperação de modo inconsequente antes de ter certeza absoluta que poderemos manter esse ritmo.”
Com a enorme demanda pelo games Wii e DS, as ações da Nintendo saltaram mais de cinco vezes em dois anos desde outubro de 2007. Com isso, a empresa alcançou o posto de terceira companhia do Japão com maior valor de mercado.
Desde então, no entanto, os papéis da empresa caíram 68% com sinais de que as vendas de consoles e games diminuíam.
A Nintendo vendeu mais de 3 milhões de unidades do Wii nos EUA em dezembro de 2009, contra 2,14 milhões de unidade no mesmo período do ano anterior, graças a uma série de lançamentos fortes de novos jogos como o “New Super Mario Bros. Wii”, além de um corte no preço do console, segundo Iwata.
A Nintendo cortou em 20% o preço do Wii, console mais vendido que o PlayStation 3, da Sony, e o Xbox 360, da Microsoft, no segundo semestre do ano passado para trazer força de volta às suas vendas.

Computadores devem ficar mais caros a partir do ano que vem

Segundo o diretor da área de informática da Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica), Antônio Hugo Valério, a isenção do PIS/Cofins sobre computadores de até R$ 4.000, introduzida em 2005 com a chamada Lei do Bem, termina no final deste ano. Com o benefício, diz ele, esses produtos ficaram até 10% mais baratos, o que impulsionou as vendas no país.

Com o retorno da alíquota do PIS/Cofins, a Abinee prevê um “tombo” no ano que vem, por conta do encarecimento dos computadores. De acordo com Valério, em 2004, a indústria produziu 4 milhões de unidades. Em 2008, foram 12 milhões, uma alta de 200%.

Valério disse que a Abinee já iniciou as tratativas com o governo, mas a resposta tem sido “morosa” até agora.

  • Indústria

O faturamento da indústria de informática caiu 7% no primeiro semestre ante igual período de 2008. A queda é menor do que a registrada no setor eletroeletrônico como um todo (-13%). Segundo o presidente da Abinee, Humberto Barbato, para o fechamento do ano, a receita do setor deve cair entre 2% e 5%. “A percepção é de que os números não serão bons.”

Via Uol

Ericsson dobra liderança no mercado de equipamentos de telecomunicações

A sueca Ericsson dobrou sua liderança no mercado de equipamentos para redes móveis no segundo trimestre, enquanto sua principal concorrente, a Nokia Siemens Networks , perdeu participação no mercado, informou a empresa de pesquisas Dell’Oro nesta quinta-feira.

A Ericsson manteve sua porcentagem de participação em 32 por cento do mercado entre abril e junho, mas sua liderança sobre a concorrente Nokia Siemens Networks (NSN) aumentou para 12 pontos percentuais, uma vez que a participação da NSN caiu de 26 para 20 por cento ante o ano anterior, disse a Dell’Oro.

O mercado de equipamentos de telecomunicações tem visto uma competição acirrada para conseguir novos negócios nos últimos anos e a projeção para o futuro continua difícil.

A Alcatel-Lucent prevê que o mercado deva retrair de 8 a 12 por cento em 2009, enquanto a Nokia Siemens afirma que o mercado diminua cerca de 10 por cento.

O presidente-executivo da Ericsson, Carl-Henric Svanberg, afirmou à Reuters no começo da semana que sinais de uma recuperação econômica continuam incertos, mas acrescentou que ele não vê as operadoras de wireless cortando os investimentos ainda mais.