Saiba como fazer backup no Moto G4 Play

Fazer backup do Moto G4 Play é uma dica útil para salvar todos os dados do seu celular, garantindo que eles não serão perdidos posteriormente. Esse recurso é ótimo, por exemplo, para quem vai vender o smartphone da Motorola (Lenovo) e, por isso, precisa resetar o dispositivo.

Para te ajudar a realizar o procedimento corretamente, preparamos esse tutorial. Veja, no passo a passo abaixo, como fazer backup no Moto G4 Play.

1. Abra as configurações do seu celular e desça até o final. Selecione a opção “Fazer backup e redefinir”.

2. Certifique-se de que a opção “Backup dos dados” está ativada. Depois, toque em “Conta de backup” e, em seguida, selecione a conta para backup.

Aguarde alguns instantes para garantir que o backup terá sido feito corretamente para a conta que você definiu.

Motorola G5 e G5 Plus – Valor, ficha técnica e novidades

Os novos celulares intermediários da Lenovo/Motorola, o Moto G5 e o G5 Plus, terão no Brasil os preços sugeridos de R$ 999 e R$ 1.499, respectivamente. Os valores foram confirmados pela empresa na manhã desta terça-feira (7), em São Paulo.

Os dois modelos chegam ao país com 2 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento interno. Lá fora serão vendidas versões com 3 GB ou 4 GB de RAM e 16 GB ou 64 GB de armazenamento interno, que não deverão vir para cá.

O Moto G5 Plus ainda contará com um carregador rápido de 15 W, que promete dar mais seis horas de uso médio de bateria em 15 minutos na tomada. O carregador do Moto G5 comum rende mais quatro horas de uso com os mesmos 15 minutos de carregamento. Além disso, no G5 Plus a bateria é fixa, mas no G5 é removível e chip telefônico fica na traseira do celular.

Moto G5 (à sestra) e Moto G5 Plus (à destra)

A Levono/Motorola aproveitou a Mobile World Congress (MWC), principal feira de telefonia do mundo que ocorreu na semana passada em Barcelona, para atualizar a linha Moto G. Já na quinta geração, a linha ganhou o nome de Moto G5.

Essa é a linha mais vendida no mundo e ajuda a marca em sua busca de ser a terceira maior do mundo — no Brasil já é a segunda maior.

O que tem de novo?

A Lenovo tomou a decisão curiosa de reduzir algumas configurações em relação à linha 2016. A tela ficou menor: nos Motos G4 e G4 Plus eram 5,5 polegadas, agora são 5,2 no G5 Plus e 5 no G5, ambas com resolução Full HD. Parece ser um indicativo que a tendência do retorno às telas menores, capitaneada pelo iPhone SE (de 4 polegadas), está crescendo.

O tamanho da tela menor tem uma justificativa. Os botões “voltar”, ir para tela principal e “ver todos os apps abertos”, que antes tinham comandos na tela, são agora feitos no botão do meio. Deslize da direita para esquerda para voltar, da esquerda para direita para ver os apps abertos, e pressione o botão para voltar à tela principal.

Os sensores das câmeras principais também caíram: de 16 MP (G4 Plus) e 13 MP (G4) no ano passado para 12 MP (G5 Plus) e 13 MP (G5) neste ano. Em compensação, a câmera do G5 Plus será Dual Pixel, isto é, receberá mais luz por cada pixel da foto, sendo 28% mais eficiente em luminosidade que a geração anterior. Além disso, o foco é 58% mais rápido que o do G4 Plus.

Outro “downgrade” na linha Moto G é a bateria do G5, que terá apenas 2.800 mAh, enquanto o G5 Plus mantém os 3.000 mAh da versão 2016. No ano passado, tanto o G4 quanto o G4 Plus tinham baterias de 3.000 mAh. Como as telas também reduziram e os processadores também foram atualizados –serão os Snapdragon 625 (G5 Plus) e 430 (G5)–, a empresa espera que a autonomia de bateria da linha seja mantida para um dia de uso médio.

O corpo de ambos os modelos melhorou o acabamento: agora são em metal, enquanto as versões do ano passado eram em plástico. A silhueta também ficou mais arredondada e a câmera na traseira ganhou um visual circular, bem parecida com a da linha Moto Z.

No mais, a linha manteve-se dentro do que se espera dos melhores intermediários atuais: Android 7.0 de fábrica, 2 e sensor de digitais em ambos –no ano passado só o G4 Plus tinha– e o Moto Ações, recurso da Motorola que responde a gestos para abrir a câmera ou ligar a lanterna rapidamente.

A nova linha Moto G5 terá como principais concorrentes o Zenfone 3 e 3 Max (Asus), na casa dos R$ 1.150 a R$ 1.500, mas o 3 Max tem bateria de 4.100 mAh. Há ainda os Galaxy J5 Metal e J7 Metal (Samsung), por em média R$ 900 e R$ 1.100, embora estes tenham apenas 16 GB de armazenamento.

Moto G5

Tela: 5 polegadas Full HD
Sistema operacional: Android 7.0
Processador: Snapdragon 430 octa-core de 64 bits (1,4 GHz)
Memória: 32 GB de armazenamento interno (cartão microSD de até 128 GB) e 2 GB de RAM
Câmeras: 13 MP (principal) e 5 MP (frontal)
Dimensões e peso: 144,3 x 73 x 9,5 mm; e 145 g
Bateria: 2.800 mAh

Moto G5 Plus

Tela: 5,2 polegadas Full HD
Sistema operacional: Android 7.0
Processador: Snapdragon 625 octa-core de 64 bits (2 GHz)
Memória: 32 GB de armazenamento interno (cartão microSD de até 128 GB) e 2 GB de RAM
Câmeras: 12 MP (principal) e 5 MP (frontal)
Dimensões e peso: 150,2 x 74 x 7,9 mm; e 155 g
Bateria: 3.000 mAh

Aprenda a usar o Moto Z como roteador Wi-Fi

O Moto Z, celular top de linha da Motorola com conexão 4G, pode ser usado como roteador para compartilhar Internet com outros dispositivos. A dica é útil para dividir a sua conexão com algum amigo, caso ele esteja sem acesso, por exemplo.

Vale lembrar que, ao ativar a função, você irá gastar seus dados móveis e que, por isso, é ideal contratar um plano de dados com a operadora. Veja, abaixo, o passo a passo de como configurar o Moto Z para compartilhar Internet.

1. Com a Internet ligada, desça a barra de notificações e toque no ícone de engrenagem para acessar as configurações do aparelho. Depois, em “Configurações de rede”, toque em “Mais”.

rot2. Clique em “Roteador Wi-Fi” e, em seguida, ative “Roteador Wi-Fi portátil” virando a chave para a posição verde.

3. Depois, vá em “Configurar roteador Wi-Fi” e defina um novo nome e senha para sua rede. Vale lembrar que essas informações serão usadas na hora de conectar outro smartphone à sua internet. Depois, procure pela rede no outro aparelho e conecte usando a senha. A partir daí, o dispositivo já terá conexão com a internet via Wi-Fi.

Outra maneira de ativar o roteador Wi-Fi do Moto Z é por meio do ícone de “Roteador Wi-Fi” na barra de notificações.

Motorola Z Play, preço e ficha técnica do smartphone

O Motorola Moto Z Play é, sem dúvida, um dos smartphones Android mais avançados e abrangentes disponíveis no mercado, graças ao seu rico equipamento e recursos multimídia avançados. Tem um grande display de 5.5 polegadas com uma resolução de 1920×1080 pixel.

As funcionalidades oferecidas pelo Motorola Moto Z Play são muitas e inovadoras. Começando pelo LTE 4G que permite a transferência de dados e excelente navegação na internet. Enfatizamos a memória interna de 32 GB com a possibilidade de expansão.z

O Motorola Moto Z Play é um produto com poucos concorrentes em termos de multimídia graças à câmera de 16 megapixels que permite ao Motorola Moto Z Play tirar fotos fantásticas com uma resolução de 4608×3456 pixels e gravar vídeos em 4K a espantosa resolução de 3840×2160 pixels. A espessura de apenas 7 milímetros torna o Motorola Moto Z Play um dos telefones mais finos que existem.

  • Tela Super AMOLED de 5,5 polegadas com resolução Full HD (1080 x 1920 pixels)
  • Chipset Qualcomm MSM8953 Snapdragon 625 64-bit Octa-Core com clock máximo em 2 GHz
  • GPU Adreno 506
  • 3 GB de RAM
  • 32 GB de espaço para armazenamento interno, expansível via cartão microSD de até 200 GB
  • Câmera principal de 16 megapixels com abertura f/2.0
  • Câmera frontal de 5 megapixels com flash LED
  • Leitor de impressões digitais
  • Dual-SIM
  • Compatível com redes 4G LTE
  • USB-C
  • Sensores: acelerômetro, proximidade, bússola e giroscópio
  • Dimensões de 156.4 x 76.4 x 6.99 mm
  • Peso de 165 gramas
  • Bateria de 3.510 mAh
  • Sistema operacional Android 6.0.1 Marshmallow

Em torno de R$ 1.955,00.

Motorola Moto G4 Plus: ficha técnica e preço cobrado

g4Motorola Moto G4 Plus é um smartphone Android avançado e abrangente em todos os pontos de vista com algumas características excelentes. Tem uma grande tela de 5.5 polegadas com uma resolução de 1920×1080 pixels. As funcionalidades oferecidas pelo Motorola Moto G4 Plus são muitas e inovadoras. Começando pelo LTE 4G que permite a transferência de dados e excelente navegação na internet. Enfatizamos a memória interna de 32 GB com a possibilidade de expansão.

O Motorola Moto G4 Plus é um produto com poucos concorrentes em termos de multimídia graças à câmera de 16 megapixels que permite ao Motorola Moto G4 Plus tirar fotos fantásticas com uma resolução de 4608×3456 pixels e gravar vídeos em alta definição (Full HD) com uma resolução de 1920×1080 pixels.

  • Tela IPS LCD de 5,5 polegadas com resolução Full HD (1080 x 1920 pixels)
  • Chipset Qualcomm MSM8952 Snapdragon 617 64-bit Octa-Core com clock máximo em 1,5 GHz
  • GPU Adreno 405
  • 2 GB de RAM
  • 32 GB de espaço para armazenamento interno, expansível via cartão microSD de até 128 GB
  • Câmera principal de 16 megapixels com abertura f/2.0
  • Câmera frontal de 5 megapixels
  • Leitor de impressões digitais
  • Dual-SIM
  • Compatível com redes 4G LTE
  • Sensores: acelerômetro, proximidade e giroscópio
  • Dimensões de 153 x 76.6 x 9.8 mm
  • Peso de 157 gramas
  • Bateria de 3.000 mAh
  • Sistema operacional Android 6.0.1 Marshmallow

Em torno de R$ 1.319,00.

Android – Moto G x Moto G2: principais diferenças

A cada mês surgem no mercado novas opções de smartphones de diferentes marcas, modelos e configurações. Entre as novidades que aparecem nas lojas estão as novas gerações de modelos consagrados de celular, como é o caso do Motorola Moto G, que ganhou um irmão mais novo, o Moto G2 – a segunda geração do modelo da Motorola. Mas será que vale a pena investir em um modelo de segunda geração enquanto o smartphone da primeira geração acaba sendo comercializado por valor inferior? Conheça mais sobre os modelos Moto G e Moto G2, compare e descubra se vale a pena investir no modelo mais novo.

Com design semelhante, os dois smartphones têm visual quase idêntico, apesar do modelo da segunda geração pesar pouco mais que o seu antecessor: 149 gramas para o Moto G2 e 143 gramas para o Moto G primeira geração. Esta mudança se dá por conta, provavelmente, do ligeiro aumento da tela do Moto G2 se comparado ao Moto G: 5 polegadas para o novo smartphone contra 4,5 polegadas para o modelo anterior. A resolução, no entanto, se manteve em 720×1280 pixels, com tecnologia Gorilla Glass, que evita riscos e rachaduras na tela.

A câmera do novo Moto G2 sofreu mudanças positivas: passou a ter 8 MP de resolução, ante 5 MP da câmera do modelo Moto G, com resolução máxima de 3264×2448 pixels. A câmera frontal utilizada para selfies e filmagens para Instagram e Snapchat, por exemplo, possui 2 MP de resolução no Moto G2 e 1,3 MP no modelo anterior da Motorola.

O smartphone Moto G2 sai de fábrica com sistema operacional Android 4.4.4 Kit Kat, contra o Android 5.0.2 Lollipop do Moto G. Já o processador, memória RAM e capacidade de armazenamento se mostraram inalterados no modelo posterior ao Moto G: ambos são equipados com processador 1.2GHz Quad Core, memória RAM de 1GB e capacidade de armazenamento de 8GB. Apenas uma mudança faz o Moto G 2 se sobressair em relação ao seu irmão mais velho: o novo smartphone possui capacidade de expansão de memória interna, através de cartão micro SD, para até 32GB, que não estava disponível no modelo antigo.

vs

O preço pode ser um fator determinante na hora da compra: enquanto o Moto G2 é comercializado por cerca de R$ 799 nas lojas online, o Moto G pode ser encontrado por R$ 450. Por se tratar de um smartphone mais antigo, no entanto, não é tão fácil encontrar nas principais lojas online o modelo mais antigo, uma vez que a cada novo lançamento de marcas renomadas, mais e mais modelos de smartphones vão ficando para trás.

Se você busca um modelo barato e capaz de atender às necessidades básicas de um usuário comum, o Motorola Moto G pode ser uma boa opção de compra. Agora, se seu objetivo é encontrar um modelo que seja comercializado por valor médio de um smartphone intermediário e tenha pequenas modificações, que trazem ao consumidor uma qualidade maior de uso, o Moto G2 pode valer a pena.

Top 5 melhores smartphones por até R$1.500,00 de 2016

Quando se vai comprar um smartphone, a primeira coisa que pensamos é em quanto isso vai nos custar. Logicamente, procuramos um que supra nossas necessidades, mas que caiba no nosso bolso. Abaixo confira os 5 melhores smartphones intermediários lançados em 2016 (até agora) que custam em média até R$1.500,00.

5 – Asus ZenFone Selfie 

Resultado de imagem para zenfone selfie

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Características Gerais:

  • Android 5.0
  • Display 5.5 (1920 x 1080)
  • Processador Quad-core 1.7 GHz Cortex-A53 + Quad-core 1.0 GHz Cortex-A53
  • 3GB RAM
  • Câmera traseira 13MP
  • Câmera frontal 13MP (com flash)
  • 32GB de memória (expansível até 128GB)
  • Bateria de 3.000 Mah

Melhor Preço: R$1.199,00

 

 

4- Motorola Moto X Play  

Resultado de imagem para moto x play

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Características Gerais:

  • Android 5.1.1
  • Display 5.5 (1920 x 1080)
  • Processador Quad-core 1.7 GHz Cortex-A53 + Quad-core 1.0 GHz Cortex-A53
  • 2GB RAM
  • Câmera traseira 21MP
  • Câmera frontal 5MP
  • 32GB de memória (expansível até 128GB)
  • Bateria de 3.630 Mah

Melhor Preço: R$1.489,00

 

 

3- Asus ZenFone 2

Resultado de imagem para zenfone 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Características Gerais:

  • Android 5.0
  • Display 5.5 (1920 x 1080)
  • Processador 2.3 GHz Quad Core
  • 4GB RAM
  • Câmera traseira 13MP
  • Câmera frontal 5MP
  • 16GB de memória (expansível até 64GB)
  • Bateria de 3.000 Mah

Melhor Preço: R$1.149,00

 

 

2- Motorola Moto G4 Plus

Resultado de imagem para moto g4 plus

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Características Gerais:

  • Android 6.0.1
  • Display 5.5 (1920 x 1080)
  • Processador Quad-core 1.5 GHz Cortex-A53 + Quad-core 1.2 GHz Cortex-A53
  • 2GB RAM
  • Câmera traseira 16MP
  • Câmera frontal 5MP
  • 32GB de memória (expansível até 128GB)
  • Bateria de 3.000 Mah

Melhor Preço: R$1.319,00

 

 

1- Samsung Galaxy A5 2016

Resultado de imagem para a5 2016

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Características Gerais:

  • Android 5.1.1
  • Display 5.2 (1920 x 1080)
  • Processador 1.6 GHz 8 Core
  • 2GB RAM
  • Câmera traseira 13MP
  • Câmera frontal 5MP
  • 16GB de memória (expansível até 128GB)
  • Bateria de 2.900 Mah

Melhor Preço: R$1.390,00

 

Agora é só ver o que lhe chamou mais atenção e dar uma busca detalhada sobre ele. É uma opinião pessoal, cada pessoa se identifica com o que for mais benéfico para si.

Android – Dicas para aproveitar todos os recursos do sistema operacional

O Android é o sistema operacional para celulares que mais oferece recursos aos usuários. A plataforma não apresenta tantas exigências quanto o iOS e conta com mais aplicativos que o Windows Phone. Além disso, o sistema está presente na maioria dos smartphones e tablets disponíveis no mercado, desde os modelos mais simples até os topos de linha.

Alguns recursos do Android, no entanto, podem estar em locais diferentes por conta das modificações feitas pelas fabricantes. Empresa como Samsung e LG fazem alterações para adequar o sistema a recursos exclusivos. Poucos smartphones se propõem a oferecer o Android com poucas modificações.

Os celulares da linha Moto, da Motorola/Lenovo contam com poucas mudanças em relação ao sistema original. Entretanto, o Nexus é o único modelo que realmente possui o Android puro, sem modificações. Confira uma lista com recursos pouco conhecidos que permitem utilizar todo o potencial do sistema do Google.

Compartilhe uma localização no Google Maps

Ao procurar um endereço no computador, o usuário pode enviar as informações para o smartphone. Assim, não há a necessidade de digitar tudo novamente no celular. Para utilizar o recurso, basta pesquisar um local no Google Maps e procurar pela opção “Enviar para o smartphone” na barra lateral.

Em seguida, é possível enviar os dados para o aplicativo presente em um dos números já cadastrados na sua conta do Google. O celular exibirá uma notificação com o endereço pesquisado. Outra opção é enviar a localização por e-mail ou mensagem de texto para dispositivos conectados.

Crie lembretes com o Google Now

lemParte do Google Now, assistente virtual para Android, o recurso é uma boa opção para quem deseja se organizar. Por meio de pesquisas simples, o usuário pode criar lembretes para serem exibidos em um determinado horário ou local.

Para criar um lembrete, faça uma pesquisa como “lembre-me de ir ao supermercado na segunda, às 3 da tarde”. O Google exibirá, então, uma tela com os dados informados. A página também permite definir se o lembrete deverá se repetir. O celular exibirá uma notificação no dia ou no local especificados.

O Google Now ajuda o usuário em diversos momentos. O serviço consegue exibir rotas para locais conhecidos, realizar cálculos rápidos, informar a previsão do tempo e realizar comandos básicos. O assistente consegue para ligar ou enviar mensagens SMS para um contato. Também é possível “Mandar um e-mail” se a conta do destinatário tenha sido salva anteriormente.

A ferramenta permite ainda iniciar aplicativos com comandos semelhantes como “Abrir Facebook” ou acessar uma página na web com “Vá para o site ig.com.br”. Para habilitar o assistente, basta dizer “Ok Google” ou tocar sobre o microfone na barra de pesquisa do smartphone ou tablet e dizer o comando desejado.

Habilite o modo visitante

O Android consegue bloquear o acesso a informações pessoais quando outra pessoa utiliza seu smartphone. O modo visitante impede que seus amigos visualizem seus arquivos e aplicativos sem apagar as informações armazenadas.

Para criar um usuário para outra pessoa, abra a área de configurações rápidas puxando a barra superior para baixo e clique  sobre o ícone do usuário no canto superior direito

A tela exibirá a opção de adicionar um usuário permanente ou um convidado. Ao escolher a segunda opção, o usuário mantém o smartphone com definições de fábrica.

Encontre um smartphone perdido

O Android utiliza geolocalização para informar a posição do smartphone. Pesquise “encontre meu telefone” no Google para ter acesso à área Minha Conta. A ferramenta utiliza sua conta no Google para se comunicar com o smartphone. Além de exibir a posição do dispositivo em um mapa, o recurso consegue bloquear o celular e mostrar uma mensagem para quem o encontrar.

Outra opção é fazer o celular tocar no volume máximo se o smartphone estiver próximo e você esqueceu onde o deixou. Em casos mais extremos, é possível sair da conta registrada no celular para evitar que outra pessoa tenha acesso às suas informações. Dispositivos com iOS e Windows Phone possuem recursos semelhantes.

Sincronize o histórico do Chrome

Os aplicativos desenvolvidos pelo Google conseguem se desenvolver bem entre o smartphone e o computador. O Chrome, por exemplo, permite ao usuário acessar seu histórico de navegação em qualquer dispositivo. O recurso é útil para quem pesquisa sobre um determinado assunto no smartphone e deseja continuar a leitura no computador, por exemplo.

Para visualizar o histórico de outros dispositivos no smartphone, basta abrir o menu de configurações do Chrome – o ícone com três pontos verticais no canto superior direito – e selecionar a opção “Guias Recentes”. Em computadores, as últimas páginas podem ser acessadas no menu de configurações. As informações são exibidas após selecionar a opção “Histórico”. As informações, no entanto, só podem ser compartilhadas se o usuário estiver conectado à mesma conta do Google em todos os aparelhos.

rotTransformar o celular em roteador

O sistema operacional também pode ser utilizado para distribuir internet para outros aparelhos. Para usar um dispositivo Android como roteador, acesse as Configurações – o ícone da engrenagem na lista de aplicativos. Em seguida, escolha o menu Mais e selecione a opção Roteador Wi-Fi.

A página exibirá todas as opções que podem ser habilitadas. Como as redes Wi-Fi podem ser encontradas por qualquer dispositivo, o Android solicita um nome e uma senha para a conexão para proporcionar mais segurança para o usuário.

Veja a tela do computador pelo celular

Aplicativos como Pushbullet e AirDroid permitem visualizar a tela do smartphone no computador. Ao sincronizar o aplicativo com o computador, o usuário pode acessar mensagens, contatos e transferir arquivos sem a necessidade de usar cabos.

O contrário também pode ser feito por meio do Chrome Remote Desktop. Ao baixar o aplicativo na Play Store e a extensão na Chrome Web Store, o usuário pode visualizar à distância a tela de qualquer computador registrado.

Moto G 3: aprenda como bloquear um número indesejado no celular

g3-2O Moto G 3 conta com a ferramenta de bloquear chamadas de números indesejados ou desconhecidos. O recurso está presente na maioria dos celulares que rodam Android, e permite a você enviar ligações incômodas diretamente para o correio de voz do celular.

A funcionalidade de rejeitar contatos ou números inconvenientes pode ser encontrada nas configurações da agenda do smartphone da Motorola, sem precisar baixar qualquer app extra. Caso você queira, é possível desfazer o procedimento de forma simples, desbloqueando um número que estava impedido de ligar para seu telefone. Veja como usar a função no Moto G 3 a seguir.

1. Certifique-se de que o número indesejado está salvo na sua agenda. Para isso, você pode acessar pelo próprio discador. Para isso, toque no ícone de telefone, na tela inicial do Moto G 3. Depois disso, na aba de estrela, toque no botão azul da base para abrir o discador.

2. Digite o número que deseja bloquear e selecione “Criar novo contato”. Adicione um nome e confirme no ícone de “check”, no topo direito da tela.

3. Volte na tela da agenda do celular e toque na aba de contatos com o ícone de duas pessoas. Encontre o contato que salvou para bloquear e toque nele. Será aberta uma nova aba com os dados. Selecione o ícone de lápis no topo direito da tela.

4. Toque no menu indicado por três pontos, no topo direito da tela, e marque a caixa de texto ao lado de “Enviar para o correio de voz”. Depois disso, as ligações serão encaminhadas diretamente, sem incomodar o usuário.

Se desejar remover o contato dessa lista de bloqueio, basta repetir os passos e desmarcar a caixa de texto ao final do tutorial.

Lenovo anuncia três versões do smartphone Moto G – Confira os valores

g4-2A Lenovo, detentora da Motorola, lança hoje duas versões do seu smartphone de maior sucesso, o Moto G. Os aparelhos chegam ao Brasil com preços que vão de 1.299 reais até 1.499 reais. Uma terceira edição do produto será lançada até agosto e ainda não tem preço definido, mas custará “menos de 1.000 reais”, segundo a fabricante.

Os smartphones são chamados Moto G 4, Moto G 4 Plus e Moto G 4 Play. Os dois primeiros têm telas Full HD de 5,5 polegadas, processador octa-core Qualcomm Snapdragon 617 e 2 GB de memória RAM. Ambos têm ainda entradas para dois chips e para cartões microSD.

A fabricante ressalta também que os dois modelos têm um sistema de dual chip diferente do padrão de mercado. Em vez dos chips funcionarem em 2G e 4G quando usado simultaneamente, eles operam nas redes 3G e 4G. A medida visa oferecer uma melhor cobertura de sinal de operadoras para o consumidor.

Agora, os dois principais Moto Gs têm suporte para a recarga rápida na tomada. A bateria de ambos tem 3.000 mAh e, segundo a Lenovo, a versão Plus consegue oferecer 6 horas de uso após passar 15 minutos carregando.

Ouvindo sua comunidade de consumidores, a fabricante colocou controles manuais no software da câmera dos novos smartphones, algo que não foi feito em nenhum outro integrante da linha Moto G.

Já o terceiro aparelho, o Moto G 4 Play, conta com uma configuração mais modesta, mas mantém a memória RAM de 2 GB. A tela é um pouco menor, sendo de 5 polegadas. O processador é quad-core, como no Moto G de terceira geração.  As câmeras do produto são de 8 MP e 5 MP.

Como o produto é mais simples, a Lenovo informa que ele é indicado para quem está em busca do seu “primeiro Moto G”, fazendo referência a quem procura o seu primeiro smartphone.

O que muda do Moto G 4 Plus para o Moto G 4?

O modelo Plus é mais sofisticado. Ele é o primeiro produto da linha Moto a contar com um sensor de impressões digitais para desbloqueio de tela. Mas não se engane, o aparelho não tem botões físicos para interagir com o sistema Android Marshmallow (versão 6.0.1). O leitor biométrico fica logo abaixo da tela e não é um botão home, como acontece, por exemplo, no Galaxy S7. Ele é somente um sensor, que não pode ser pressionado.

 g4-

Para fotos, o Plus tem câmera principal de 16 MP com foco veloz para ambientes iluminados, que utiliza o método de detecção de fase, e foco a laser para locais escuros. A câmera frontal tem 5 MP.

O Moto G 4 tem uma câmera com menor resolução, 13 MP, e não conta com o foco a laser. A câmera frontal, porém, é a mesma do Plus.

Outra diferença entre os produtos está na capacidade de armazenamento interno. O G 4 tem 16 GB, enquanto o Plus tem 32 GB. Mas os dois podem ter suas memórias expandidas com cartões microSD de até 128 GB.

Concorrência

Os dois novos Moto Gs chegam para brigar com aparelhos como o Samsung Galaxy J7, o Asus Zenfone 2 Selfie e o Sony Xperia C5. Vale notar que a própria Lenovo tem smartphones à venda no mercado na mesma faixa de preço dos novos produtos. São eles o Moto X Play e o Vibe A7010, ambos lançados no Brasil no ano passado.

A linha Moto tem 3 famílias: E, G e X. No entanto, a G foi renovada no primeiro semestre neste ano, quando a E deveria ter novos integrantes. A fabricante não comentou sobre um possível fim do Moto E, mas ressaltou que o Moto X continuará a existir.