Patente sugere que próximo iPhone pode ser dobrável

A tecnologia está por toda parte e sempre se renovando. E, nessa constante evolução, a próxima fronteira dos dispositivos móveis deverá ser um aparelho com tela dobrável. Samsung e Xiaomi já saíram na frente e estão testando produtos com essa característica.

A Apple também avança para produzir um iPhone com tela dobrável. Praticamente um ano depois de os primeiros rumores terem sido publicados, impulsionados por uma patente, o assunto volta a movimentar o noticiário sobre a Maçã.

O Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos publicou nesta quinta-feira (23) um pedido de patente da Apple para uma tela dobrável. Isso reforça o que foi publicado anteriormente, antes do lançamento do iPhone X, dando conta de que a empresa de Cupertino estaria trabalhando num modelo articulado que exigiria um display OLED flexível.

Esta nova patente amplia os rumores de que a Apple estaria trabalhando com a LG no sentido de produzir um iPhone dobrável.

O documento descreve que o display deve se abrir e fechar como um livro. Portanto, o que se desenha é um smartphone que pode até crescer de tamanho, mas que deverá ser menor quando desativado.

Novas tecnologias de display

Em outubro, já havia surgido o rumor de que a Apple planejava investir em uma fábrica da LG para a produção de uma tela dobrável.

Os dois rumores anteriores informavam que a Apple trabalhava com uma tela OLED, tecnologia presente no iPhone X. Mas o novo registro de patente é mais amplo e abrenge outros formatos, como LCD e microLED.

A rigor, já se pode considerar que a tela do iPhone X é dobrável, principalmente nas bordas, atrás da cobertura de vidro. A patente avança e sugere que o display deve ser projetado para ser dobrado e desdobrado em uso.

Ainda não há data prevista para um modelo de tela dobrável ser lançado, mas o mercado fala que isso deve acontecer em 2021, quando a Apple tiver adotado o display microLED.

Anatel começa a bloquear celulares piratas a partir de 2018

A Anate (Agência Nacional de Telecomunicações) aprovou nesta quinta-feira (23) o calendário para bloqueio de celulares piratas no país. A medida começará a ser aplicada a partir de 9 de maio de 2018 e afetará, numa primeira etapa, apenas os aparelhos irregulares em operação no Distrito Federal e Goiás. Nas demais regiões do país, o bloqueio ocorrerá em duas fases, programadas para 8 de dezembro de 2018 e 24 de março de 2019 (veja mais abaixo nesta reportagem).

Os celulares considerados “piratas” são aqueles não certificados pela Anatel ou então que tenham o chamado IMEI (International Mobile Equipment Indentity), que é o número de identificação do aparelho, adulterado, clonado ou que tenha passado por outras formas de fraude. Esses aparelhos não seguem normas de qualidade e segurança, explicou a Anatel.

Além de celulares, outros aparelhos, como tablets e máquinas de cartão de crédito, que também usam chip e acessam a rede de dados das operadoras e que por ventura não sejam certificados pela Anatel, também poderão ser alvo do bloqueio.

Entretanto, nem todos os equipamentos irregulares serão bloqueados pela agência. A regra prevê um período em que usuários desses aparelhos comecem a ser notificados da medida. Os que entrarem na rede das operadoras antes de começarem as notificações, não sofrerão bloqueio.

A Anatel não informou quantos aparelhos irregulares estão em operação hoje no país. Dados coletados pela agência com as operadoras dão conta que cerca de 1 milhão de novos aparelhos considerados piratas entram nas redes das prestadoras mensalmente.

Um dos principais objetivos da medida é inibir a venda de celulares e tablets contrabandeados ou roubados.

Cronograma de bloqueio dos aparelhos

A medida aprovada nesta quinta pela Anatel prevê que, num primeiro momento, os donos de aparelhos piratas serão identificados e receberão mensagens de texto informando que o equipamento será bloqueado por não atender às normas da agência. Só depois dessas notificações e que os bloqueios começarão a ser feitos.

Distrito Federal e Goiás:

  • Início das notificações: 22 de fevereiro de 2018.
  • Início dos bloqueios dos aparelhos piratas: 9 de maio de 2018.

Acre, Rondônia, São Paulo, Tocantins, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul:

  • Início das notificações: 23 de setembro de 2018.
  • Início dos bloqueios dos aparelhos piratas: 8 de dezembro de 2018.
  • Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, estados do Nordeste e da região Norte:

    • Início das notificações: 7 de janeiro de 2019.
    • Início dos bloqueios dos aparelhos piratas: 24 de março de 2019.

    >>>>> Só serão bloqueados os aparelhos que forem registrados na rede das operadoras (começarem a funcionar com chip) após os períodos de notificação. No caso de DF e Goiás, portanto, o bloqueio só atingirá aqueles que forem registrados a partir de 22 de fevereiro. Em São Paulo, a partir de 23 de setembro. No Rio, a partir de 7 de janeiro.

    Recomendações ao consumidor

    A Anatel informou que o consumidor pode fazer uma checagem do número do IMEI para identificar se o aparelho é irregular ou não.

    Para isso, o consumidor deve verificar o número que aparece na caixa e o que consta do adesivo no próprio aparelho. Depois, comparar se os dois são iguais a um outro, que aparece ao se discar no equipamento: *#06#

    Caso os números apresentados sejam diferentes, explicou a Agência Nacional de Telecomunicações, “há uma grande chance de o aparelho ser irregular”.

    Segundo a Anatel, haverá uma interação com órgãos de defesa do consumidor e com o Ministério Público, o que acontecerá antes da fase de encaminhamento das mensagens sobre a adoção de medidas de restrição do uso de aparelhos irregulares.

    A Procuradoria Federal Especializada da Anatel informou que não foram identificados impedimentos jurídicos ao bloqueio apenas de novos aparelhos irregulares.

    O bloqueio não afetará os terminais exclusivos para dados (modens), pois, segundo a Anatel, não seria possível encaminhar as mensagens informativas aos aparelhos.

Cartão de loja é o tipo de crédito que mais leva à inadimplência

Com essa crise em que vivemos atualmente,os cartões de loja são hoje a forma de financiamento que mais leva o consumidor para a inadimplência. Entre os devedores que têm esse tipo de cartão, 80% estão com o nome sujo justamente por causa dele. No ano passado, o índice era de 73%. A conclusão é de um levantamento feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em todas as capitais. Na segunda colocação, aparecem os empréstimos em bancos e financeiras, que lideravam o ranking em 2016 com 75% e agora estão dez pontos percentuais abaixo.

Na sequência, aparecem os cartões de crédito (65%), os cheques especiais (64%), o crediário (60%), os cheques pré-datados (51%), o financiamento de automóveis e motos (50%), o crédito consignado (38%), o financiamento da casa própria (27%) e as mensalidades escolares (24%).

Na avaliação da economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, por mais que a economia brasileira comece a dar sinais de melhora, a vida financeira do brasileiro ainda não está em situação confortável. “O desemprego está estável, mas elevado, e a renda segue menor do que nos anos anteriores à crise.

Com orçamento curto, o brasileiro se depara com dificuldades para pagar as dívidas”, explica. “Por isso é preocupante que as dívidas bancárias se posicionem entres os primeiros colocados, porque a incidência de elevados juros por atraso faz com que essas dívidas cresçam de maneira acelerada, dificultando cada vez mais o pagamento.”

Inadimplentes

O estudo revela também que os devedores brasileiros continuam assumindo novos compromissos financeiros, mesmo não estando em dia com os que já tinha. Nesse cenário, o maior crescimento é o das compras feitas em carnês e crediários. A incidência em um ano foi de 11% para 21%. O cartão de crédito também teve expansão expressiva, de 40% para 48%.

Nas dívidas em razão da contratação de serviços, as maiores altas foram com telefonia (53%), com expansão de 11 pontos percentuais entre 2016 e 2017, e das contas de TV por assinatura e internet, de 33% para 44%. Isso indica que o consumidor está priorizando manter em dias as contas mais importantes, como água e luz.

Google confessa que rastrea celulares contra vontade de usuários

Mesmo quando os serviços de localização dos celulares estiverem desativados pelos usuários, o Google admitiu rastrear celulares Android.

O caso veio à tona com uma reportagem publicada pelo site Quartz, que informa sobre a empresa receber dados referentes às torres de rede celular próximas dos smarthones.

A coleta de dados não era restrita a aparelhos específicos: qualquer smartphone Android recente poderia ter dados enviados ao Google.

Com o uso de dados de diferentes torres de rede celular, uma empresa como o Google poderia triangular a localização dos usuários. Apesar da criptografia usada no envio de informações de localização, um smartphone infectado com malware ou spyware poderia compartilhar esses dados com terceiros sem que o usuário saiba.

Fora isso, seria possível que o Google conte para marcas parceiras se uma pessoa foi a uma determinada loja recentemente.

O Google diz que não armazena essas informações, e nem sequer as utiliza. O intuito de recebê-las era para buscar uma nova forma de acelerar o recebimento de mensagens. Mas, após o contato da reportagem do Quartz, a companhia se comprometeu a encerrar essa prática até o fim deste mês de novembro.

Leia o posicionamento do Google sobre o caso a seguir:

“Para garantir que as mensagens e as notificações sejam recebidas rapidamente, os celulares Android modernos usam um sistema de sincronização de rede que requer o uso de Mobile Country Codes (MCC) e Mobile Network Codes (MNC). Em janeiro deste ano, começamos a usar os códigos de Cell ID dos aparelhos como um sinal adicional para melhorar a velocidade e desempenho na entrega de mensagens. No entanto, nunca incorporamos o número de Cell ID em nosso sistema de sincronização de rede, de modo que os dados são imediatamente descartados, e nós o atualizamos agora para não solicitar mais o Cell ID. O MCC e MNC fornecem informações de rede necessárias para a entrega de mensagens e notificações e estão distintamente separados do Serviço de Localização, que fornecem a localização do aparelho para alguns aplicativos.”

WhatsApp testa recurso para ajudar usuários que gravam áudios longos

Muitos usuários do WatsApp se irritam ao ficar pressionando o botão na hora de gravar áudios. Para resolver um problema apontado por muitas pessoas, o WhatsApp deverá realizar uma mudança na área do botão de gravação. A principal novidade é que menos de um segundo após o mensagem de voz começar a ser gravada, o aplicativo exibirá o ícone de um cadeado. Para travar a gravação e dispensar a necessidade de segurar o botão, os usuários precisarão arrastar o dedo para cima. Para encerrar a gravação, basta tocar sobre o ícone de enviar.

Ainda de acordo com o “WABetaInfo”, a atualização permitirá navegar pela conversa enquanto o áudio está sendo gravado. A opção será útil para comentar algum trecho do diálogo enquanto durante sua mensagem de voz. Apesar das vantagens, o recurso ainda conta com algumas limitações como a falta de uma opção para mudar de visualizar uma mensagem em outra conversa enquanto o áudio está sendo gravado.

O aplicativo também impede que você visualize uma imagem ou envie uma mensagem de texto enquanto o áudio está sendo gravado. Para fazer qualquer ação no mensageiro, é necessário encerrar a gravação. Disponível para alguns usuários que já utilizam a versão 2.17.80, o recurso deverá ser liberado oficialmente nos próximos meses, quando erros deverão ser corrigidos.

Vale lembrar que o mensageiro já oferece uma opção semelhante ao novo recurso, ainda que seja um pouco mais trabalhosa. Para gravar um áudio sem precisar segurar o botão, basta tocar sobre o ícone do clipe de papel para anexar uma mídia. Escolha a opção áudio e, em seguida, selecione “Gravar com o WhatsApp”. Para começar a mensagem, toque em “Gravar” e toque novamente em “Parar”. Você poderá ouvir o resultado antes de apertar no botão de “Enviar”.

 

Saiba como solicitar cartão de crédito sem burocracia

Tá com o nome sujo e precisa fazer um cartão de crédito? Saiba que atualmente é possível fazer um cartão mesmo com o nome sujo e sem comprovação de renda. Apesar de ter um limite baixo, com o tempo e com um bom histórico de pagador, você poderá conseguir ir aumentando aos poucos de acordo com as suas necessidades.

Saiba que o Banco Central não estabelece normas para a emissão de cartão de crédito, por isso é possível que todas as instituições desenvolvam uma alternativa que não precise da comprovação de renda.

É possível encontrar muitas opções de cartões que não tornam necessário a comprovação de renda. Assim você terá em mãos um dos meios mais utilizados para pagamento e ainda não ter que enfrentar nenhum tipo de burocracia.

Se você é estudante ou autônomo e não consegue comprovar a sua renda mensal, saiba que o caminho é tentar buscar um melhor relacionamento com algum banco em especial. Comece abrindo uma conta corrente para que o banco possa verificar as suas movimentações.

Mas se mesmo assim você ainda estiver com pressa para conseguir um cartão, confira quais são as suas melhores alternativas:

Marinha abre vagas para concurso público com salário de quase R$ 9 mil

A Marinha do Brasil promove um novo concurso onde serão abertas 645 vagas de nível superior para o Serviço Militar Voluntário (SMV), com salário bruto inicial de aproximadamente 8,9 mil reais. As inscrições, que foram abertas nesta nesta quinta-feira (16), terminam em 15 de dezembro de 2017.

O cargo oferecido pelo concurso publico é de oficial temporário. O vínculo com a instituição será renovado anualmente, chegando no máximo a 8 anos, mas “não podendo adquirir a estabilidade”.

Há oportunidades nos 9 distritos navais do país (veja a localização de cada DN no site da Marinha).

Não há restrição de gênero para se candidatar, mas é preciso ter entre 18 anos de idade e menos de 45 no ano da incorporação à instituição.

Os interessados devem ter ensino superior completo com diploma de bacharelado ou licenciatura, com validade nacional. Também vale a declaração de conclusão do curso de graduação com a data de colação de grau, acompanhada de histórico escolar. A única exceção é para as profissões de tecnologia em construção naval e tecnologia em sistema de navegação, cujo diploma deve ser o de tecnólogo.

Processo seletivo

Com data prevista para 4 de março de 2018, a prova de admissão consiste em 50 questões objetivas sobre língua portuguesa (25) e formação militar-naval (25). Para médicos, a prova será de 25 questões de português e 25 de conhecimentos específicos.

O processo seletivo também inclui etapas como verificação documental, inspeção de saúde, verificação de dados biográficos e prova de títulos.

Inscrições

Os interessados na oportunidade devem entrar no site da Diretoria de Ensino da Marinha, clicar em “serviço Militar Voluntário”, escolher um Distrito Naval (DN) e acessar seu link de inscrição, com seu respectivo aviso de convocação.

Saiba por que é melhor substituir o leite pelo chá de amora

O consumo freqüente de beber chá todos os dias, é reconhecidamente dos ingleses, mas bem que poderia fazer parte da rotina de qualquer pessoa, principalmente o chá de amora.

A amoreira é uma árvore de grande porte, capaz de suportar diversos tipos de clima e solos. Por isso é fácil de ser encontrada em qualquer região do país. Suas folhas vêm sendo bastante procuradas pela população, porque de acordo com pesquisas japonesas, o chá da folha da amora apresenta 22 vezes mais cálcio do que o leite de vaca.

Os pesquisadores afirmam que além de ser ideal para quem tem intolerância à lactose, o chá das folhas de amora ainda é perfeito para o veganos, que não consomem nenhum alimento de origem animal.

Benefícios da folha da amora

  • Equilíbrio de níveis: o chá de folhas de amora possui propriedades que auxiliam no equilíbrio dos níveis de colesterol, acidez do estômago, regulação do intestino, controle da diabetes, da hipertensão, da obesidade e dos níveis reguladores do câncer no organismo humano.
  • Alívio dos sintomas da menopausa: as propriedades desse chá são capazes de nivelar hormônios, aliviando sintomas da menopausa como calor, insônia, nervosismo, ansiedade, etc.
  • Vitamina C: além de serem fortes aliadas para a saúde dos ossos, dentes e até do sangue, as folhas da amoreira são riquíssimas em vitamina C. Nutricionistas garantem que esse chá fortalece nosso sistema imunológico, auxilia no tratamento de aftas, amigdalites, bronquites, queda de cabelo, calvície e diarreia.
  • Como usar ao máximo esse aliado

    Para melhor extrair os benefícios da amoreira, o ideal é preparar o chá a partir das suas folhas. Aprenda como:

    Ingredientes:

    • Folhas de amoreira: 15 unidades;
    • Água: 1 litro.

    Modo de preparo:

    1. Ferva a água, desligue o fogo e adicione as folhas de amora.

    2. Deixe esfriar a mistura e coe antes de beber.

    3. Se preferir guarde a bebida na geladeira por, no máximo, 24 horas.

BMW lança supermoto de R$ 490 mil no Brasil; somente 5 unidades serão vendidas

A BMW apresentou no Salão Duas Rodas 2017, nesta segunda-feira (13), uma grande novidade, que é a nova moto superesportiva HP4 Race, desenvolvida para rodar nas pistas, que custará nada menos do que R$ 490 mil no Brasil. Terá apenas 750 unidades produzidas no mundo, e 5 delas no Brasil, em um processo artesanal de montagem.

Apesar de ter sua origem na moto de rua S 1000 RR, a HP4 Race teve muitas alterações, inclusive, adotou chassi de fibra de carbono que pesa apenas 7,8 kg.

Todo o seu conjunto tem apenas 171 kg, em ordem de marcha, e até as rodas são de fibra de carbono, o que possibilita uma redução de peso de 30% em comparação a rodas forjadas em liga-leve.

Com 215 cavalos de potência, seu motor de 4 cilindros e 999 atende as especificações do Mundial de Superbike e alcança a potência máxima a 13.900 rpm, enquanto o pico de torque, de 120Nm, aparece aos 10.000 rpm.

As suspensões tambem são de competição, com garfos invertidos FGR 300 e amortecedores TTX 36 GP, ambos componentes fabricados pela sueca Öhlins e também usadas na MotoGP, no Campeonato Mundial de Superbike.

Para frenagem, a HP4 usa um sistema de freios de discos duplos de aço de 320 milímetros de diâmetro e 6,75 mm de espessura, pistões revestidos de titânio e pinças de alumínio monobloco Brembo GP4 PR, com superfície niquelada.

A moto conta com assistência de freio motor, com até 15 níveis de atuação, e sistemas eletrônicos de controle e assistência.

BMW G 310 GS

Depois de lançar a G 310 R, sua primeira moto de baixa cilindrada, a BMW expandirá sua presença nesse segmento com a G 310 GS, variante aventureira que utiliza o mesmo motor da R, com 34 cv.

O visual da G 310 GS é fortemente inspirado na lendária R 1200 GS, principalmente pelo paralama dianteiro e as carenagens fixadas nas laterais do tanque.

Ela tinha sido prometida ainda em 2017 no Brasil, mas ficará para o primeiro trimestre de 2018.

Android vai mostrar quais apps estão acabando com sua bateria

Finalmente, Android vai a mostrar aos usuários quais são os apps que estão consumindo a bateria do smartphone ou tablet. A novidade deve chegar com a atualização para a versão 8.1 do Android, sistema do Google.

Antes que você ache estranho, vale lembrar que alguns smarthones Android já exibem essa informação, como o Galaxy S8, da Samsung. Nesses casos, isso é feito graças a alterações da fabricante no sistema original. A partir de agora, isso estará disponível no próprio Android e poderá ser disponibilizado a todos os usuários.

O recurso apareceu na versão preliminar do sistema que foi distribuída para desenvolvedores. Algumas imagens mostram que a central de bateria vai mostrar quanto cada app consumiu da bateria. Um sinal de alerta é exibido ao lado dos aplicativos que mais consumiram bateria, ao menos está assim nas imagens da versão preliminar.