Cresce o pedido de bloqueio e acesso de celular roubado ou extraviado

Celular roubado. As operadoras brasileiras de telefonia móvel receberam, em fevereiro, 122 mil novos pedidos de bloqueio do acesso de aparelhos celulares por motivo de roubo, furto ou extravio.

Com isso, um total de 9,5 milhões de IMEIs (código de identificação) de aparelhos celulares já aparecem registrados no Cadastro de Estações Móveis Impedidas (Cemi), banco de dados das empresas de telefonia que funciona desde 2000. O balanço foi divulgado nesta quinta-feira (8) pelo Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal .

Veja a seguir os meios para rastrear celulares roubados ou perdidos de acordo com seu sistema operacional.

ANDROID: (Samsung, Sony, HTC, ZTE, LG, Motorola, Asus, Xiaomi, etc)

Para localizar telefones dessa plataforma é simples. O primeiro passo é digitar “encontre meu telefone” no buscador google. Logo o usuário será encaminhado para o MINHA CONTA, onde será mostrado os aparelhos conectados a conta do google que estava ativa no aparelho.

Nessa área o usuário terá várias opções, caso o celular esteja perdido em um lugar próximo é oferecido um recurso que possibilita fazer o smartphone tocar no volume máximo para facilitar que seja encontrado. Em caso de furto, é possível localizá-lo e bloqueá-lo, essa ferramenta do google emite uma mensagem para o celular para caso de alguém encontrá-lo, nesta mensagem terá apenas a opção de ligar para o número de resgate, que é registrado pelo próprio dono do aparelho. Assim, as informações pessoais do dono é preservada.

Veja isso

Deixe uma resposta