Mercado Imobiliário e o jogo das sete mentiras

  • 1. Corretores de imóveis mentem porque eles não ganham nada se não vendem. Os corretores apenas são pagos se seus clientes comprarem, não importando quão mal o negócio é, o que é exatamente o oposto ao interesse do comprador. Eles ganham bilhões cada ano em comissões dos compradores.

vendaimovelTambém dizem que é o vendedor que paga sua comissão, mas não mencionam que o vendedor recebe o dinheiro do comprador. Pense nisso: quem põe o dinheiro na mesa: o comprador ou o vendedor? Sem comprador, sem dinheiro.

O mercado imobiliário gira em torno de manter o comprador afastado da informação. Não existe livre mercado, pois os preços pagos nas propriedades nunca são publicados e é impossível saber diferenciar o valor ofertado do valor final contratado, assim você acha que tem que pagar mais caro. Deveria haver uma lei que obrigasse todas as ofertas serem públicas e validadas por um banco, mas as construtoras têm um dos maiores lobbys do congresso, então não espere por mudanças em curto prazo.

Quando o corretor disser que tem muitas ofertas, diga a ele que você também fez ofertas em vários imóveis. O medo da perda funciona em ambos os lados.
Nunca confie na palavra do corretor. Eles estão sempre repetindo aquele discurso de que “tem outra oferta, faça uma maior” ou “compre logo, se não vamos vender”. Você está procurando um bom negócio, e não é de seu interesse entrar numa guerra de quem dá o maior lance. Lembre-se que tem outros imóveis no mesmo bairro a venda.

Se uma casa ou apartamento é realmente um bom negócio, as imobiliárias tem uma enorme motivação financeira para comprá-la e revendê-la mais caro. Uma prova disso é que ao anunciar um imóvel em algum site ou jornal, a primeira ligação muito comumente é de um corretor. Isso significa que a melhor chance de se conseguir um bom negócio é comprar direto do proprietário, através de indicação de amigos, classificados, sites como trovit, bomnegocio e olx, bem como evitando pagar a comissão. Lembre-se de fugir dos anúncios “profissionais”.
Por que você deveria entregar dois anos de trabalho da sua vida para pagar um corretor que não está sequer te ajudando? Aqueles 6% de comissão significam 5% dos 30 anos de trabalho que leva para pagar uma casa. Isso é quase dois anos doando seu trabalho para um corretor! Procure a casa você mesmo, de preferência a venda direto com o proprietário e contrate um advogado imobiliário para cuidar da documentação e fechar a compra.

Existem corretores que realmente acreditam que estão ajudando o comprador, mas eles estão em negação quanto ao conflito de interesses. O autor Upton Sinclair tem uma boa explicação para isso: “É difícil fazer um homem compreender algo quando o seu salário depende de sua não compreensão.”

  • 2. Bancos mentem por que eles estabelecem metas para seus funcionários venderem financiamentos (empréstimo). Eles querem que os compradores façam o maior financiamento possível para o cumprimento de metas e o recebimento de bônus. Até pior – quanto pior para você o negócio (maior juros e taxas), mais dinheiro eles recebem.

Pior ainda, os bancos conseguem facilmente transformar o débito de baixa qualidade dos compradores em débito de alta qualidade do Governo. Quantas vezes a Caixa Econômica Federal quebrou e foi socorrida pelo Tesouro Nacional? Com a nova portabilidade dos financiamentos imobiliários, os mutuários certamente migrarão para a CEF, que oferece os menores juros, e o Tesouro também irá absorver as dívidas de financiamento dos bancos privados.

3. O programa governamental Minha Casa Minha Vida é uma mentira a parte, pois a própria existência do programa consiste em garantir financiamentos privados com dinheiro público a pessoas que não têm condições de saldar a dívida. Essa é a maior armadilha de todas. A maioria das pessoas vai pegar emprestado o maior valor que puderem para financiar a casa. E o risco é todo dos pagadores de impostos, beneficiando bancos com o recebimento de juros e prejudicando os futuros proprietários com o aumento do preço da moradia. Ironicamente o programa subiu o preço dos imóveis os adjetivando de “acessíveis”. O público jamais compreenderia isso. É o crime perfeito. Foi exatamente o que aconteceu nos EUA com as agências governamentais Fannie e Freddie, que quebraram levando o País a uma profunda crise econômica.

  • 4. Avaliadores mentem porque eles são pagos pelos bancos financiadores, então eles vão dar a eles os valores que eles querem ver, não o real. Avaliadores que matam um negócio por contar a verdade não são chamados para fazer novas avaliações.
  • 5. Os jornais mentem porque eles ganham dinheiro de publicidade de construtoras, imobiliárias e bancos. Jornais são pressionados pelo dinheiro para publicar as previsões surreais da indústria imobiliária. Pior, corretores tem um monopólio de informações entre as diferenças entre as ofertas e os valores pagos, e os repórteres nunca perguntam algo como “como nós sabemos que vocês não estão mentindo sobre esses preços?” O resultado é uma onda sem fim de histórias sobre como o mercado imobiliário está aquecido e como o momento é bom para comprar. Perguntar aos corretores sobre o mercado imobiliário é como entrar numa loja de carros usados e perguntar ao vendedor se é um bom dia para comprar um carro.
  • 6. O governo federal mente, porque todo mundo no Congresso recebe “doações de campanha” das construtor e dos bancos. Então toda lei federal será focada em aumentar comissões para os corretores e aumentar o pagamento de juros para os bancos.
  • 7. Proprietários mentem, pois eles não querem acreditar que vão perder uma enorme quantidade de dinheiro. Qualquer proprietário que comprou caro e fez dívida provavelmente irá lhe influenciar a comprar também, para aumentar o valor de seus imóveis por tabela, e também se sentir que eles não estão sós em seu navio naufragando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *