Netflix – Serviço é usado para aplicar golpes em usuários do Windows; saiba como se proteger

Se antes o WhatsApp era o aplicativo preferido para a aplicações de golpes virtuais, agora o mensageiro tem uma ótima companhia: a Netflix. De acordo com a empresa de segurança Trend Micro, cibercriminosos estão utilizando a plataforma de streaming para sequestrar dispositivos e infectar os mesmos com trojans capazes de roubar informações pessoais.

Antes de ficar preocupado, tenha em mente que esse perigo foi detectado em usuários que utilizam geradores de login para acessar o serviço de streaming ilegal, ou seja, sem possuir uma conta e pagar a assinatura.

Ao fazer esse tipo de ação o ransomware RANSOM_NETIX.A é instalado no seu dispositivo, principalmente no Windows, e sem que você perceba faz o download de um arquivo executável denominado “netprotocol.exe” não só para ficar vigiando suas ações e roubar informações importantes como senhas, por exemplo, mas também para impedir que o usuário utilize o computador, obrigando que o mesmo pague a quantia de US$ 100 (R$ 350) em Bitcoins para ter o acesso liberado.

Caso você utilize um sistema operacional diferente do Windows 7 ou 10, segundo informa a empresa de segurança, não se preocupe tanto, pois o arquivo só funciona nesses e se elimina sozinho nos demais.

Estou com medo, e agora?

Para se proteger não é nada difícil. A primeira dica é fazer como o redator dessa matéria, por exemplo, que divide a mesma conta premium da Netflix (R$ 29,90) com um grupo de cinco amigos e, dessa forma, cada um paga R$ 6 ao mês para ter acesso a todo catálogo de forma legal, sem a necessidade de recorrer à pirataria, o que pode render um tempinho na cadeia.

Entre outras formas de se proteger está tomar cuidado com links maliciosos, uma vez que acessar sites suspeitos pode fazer com malwares e ransomware sejam instalados no seu computador.

Veja isso