Curso Youtuber Kids do Senac para jovens de 8 a 11 anos

Curso Youtuber Kids do Senac 2018. Para quem acha que o Youtube é uma mera plataforma para exibir vídeos e entregar conteúdo, saiba que o mercado por trás dele é muito mais do que isso.

Antenado neste movimento e no consumo de entretenimento, principalmente pelos mais jovens, o Senac em Brusque realizou a primeira turma do curso de Youtuber Kids.

A proposta é que o aluno aprenda de forma prática a realizar a montagem de roteiro, planejar o conteúdo que deseja transmitir, como se portar em frente à câmera, noções de edição e como montar seu canal.

“Esta primeira turma foi desenvolvida para jovens de 10 a 14 anos, que estão conectados e acompanham o Youtube diariamente. Essa plataforma cresce a cada dia e abre espaço para estes novos interessados. Além de todo o conteúdo técnico, um dos principais objetivos do curso é desenvolver a parte de comunicação e desinibição desses jovens”. Comenta o coordenador do curso Edison Correa.

O professor Guilherme Poffo, que também é criador de conteúdo e Youtuber, foi responsável pela condução da turma. “Trabalhar com essa galerinha foi gratificante principalmente pelo conhecimento que eles já apresentaram logo no início do curso e a facilidade dessa geração em absorver mesmo os conteúdos mais técnicos. O apoio dos pais e acompanhamento durante o curso também foram um diferencial.”

Para o encerramento os alunos receberam a visita do Youtuber Tiago Cadore, do canal de humor Galo Frito, que conta hoje com aproximadamente 9,6 milhões de inscritos. Tiago, que possui grande experiência, conversou com a turma de forma descontraída apresentando seus vídeos, dando dicas para quem está iniciando e mostrando as potencialidades que o Youtube oferece.

PRÓXIMA TURMA

A próxima turma está programada para iniciar no dia 09/03/18 e atenderá jovens de 8 a 11 anos. Informações podem ser obtidas com o Senac pelo fone: (47) 3351-2626.

Informações via portaldacidade.com.br

Curso preparatório para o Enem 2018, 300 vagas, veja como fazer inscrição

Oferecida 300 vagas em curso preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2018). As vagas são direcionadas para a comunidade alagoana de baixa renda e com ingresso escolar em instituições públicas de ensino. As aulas devem começar em 30 de abril.

A pré-inscrição deve ser feita pelo site da Comissão Permanente do Vestibular (Copeve) até o dia 11 de março. Podem se candidatar às vagas, apenas, estudantes ou concluintes do 3° ano do ensino médio, que tenham cursado todos os anos do ensino médio em uma escola pública ou que tenham recebido uma bolsa integral em instituição de ensino particular e que tenham renda per capita familiar de até um salário mínimo e meio.

Durante os dias 13 a 16 de março, os interessados nas vagas devem ir até a sala do Conexões dos Saberes, no Centro de Educação (Cedu), no Campus AC. Simões da Ufal, para confirmar a inscrição. É necessário que o candidato esteja portando o comprovante de inscrição retirado no site da Copeve, cópias e originais dos seguintes documentos: CPF, RG, histórico ou declaração escolar e comprovante de renda per capita familiar.

A próxima fase é a realização de uma prova a objetiva, de caráter classificatório e eliminatório, com 15 questões de múltipla escolha. A partir do dia 26 de março, serão divulgados os locais de realização dos provas no site da Copeve.

A prova acontece no dia 8 de abril e, no dia 19 do mesmo mês, sairá o resultado dos aprovados e classificados nas 300 vagas do curso preparatório para o Enem no site da Copeve. As matrículas devem ocorrer entre os dias 23 a 26 de abril. As aulas iniciam no dia 30 do mesmo mês. Confira o edital aqui. 

Cursos preparatórios para Enem e IFRN 2018 – 310 vagas

Cursos preparatórios para Enem e IFRN 2018, são oferecidas 310 vagas ao todo, distribuídas entre Caicó, Macaíba e Mossoró. As inscrições podem ser feitas a partir desta segunda-feira (5) nas centrais de relacionamento das unidades Sesc das cidades.

O investimento mensal é de R$ 20, valor que inclui o material didático. Serão 155 vagas nos cursos preparatórios para o IFRN e 155 para o Enem. Em Macaíba, serão disponibilizadas 35 vagas para cada curso; em Caicó e Mossoró, serão 60 vagas para cada. A lista com os matriculados será divulgada dia 16 de março no site do Sesc RN e as aulas terão início dia 19 de março.

Os cursos acontecerão nas unidades do Senac de Macaíba e de Mossoró. Já em Caicó, as aulas acontecerão no Colégio Cuca. Para se inscrever, é preciso ser trabalhador do comércio ou dependente, e ainda possuir o cartão válido de associado Sesc RN. Também é preciso preencher os critérios constantes nos editais – ambos disponíveis no site do Sesc RN – e levar a documentação necessária.

Serviço

  • O quê? Sesc abre inscrições em cursos preparatórios para Enem e IF
  • Quando? A partir de segunda-feira, 5 de março de 2018
  • Onde se inscrever?
  • Sesc Caicó | 7h às 19h (seg a sex) | Rua Washington Luiz, 55, Boa Passagem | (84) 3421-2337
  • Sesc Macaíba | 6h30 às 19h (seg a sex) | Rua Professor Caetano, 310 | Telefone: (84) 3271-1433
  • Sesc Mossoró | 7h às 18h (seg a sex) | Rua Doutor João Marcelino, S/N, Nova Betânia | Telefone: (84) 3316-3665

Curso Técnico em Segurança do Trabalho do Senac 2018

A profissão de técnico em segurança do trabalho vem crescendo regularmente, sendo muito procurada por pessoas que gostam de trabalhar com pessoas.

Como principais funções, o profissional que a exercerá vai precisar investigar, encontrar, analisar e recomendar medidas que protejam e controle acidentes dentro de uma empresa. Além disso, ele precisa criar e executar programas de prevenção que incentivem os colaboradores sobre os riscos ambientes e os façam entrar nessa causa também.

Essa oportunidade você não pode deixar passar, Aula Experimental do Curso Técnico em Segurança do Trabalho

Local:REVERENDO AMÉRICO VESPÚCIO CABRAL, 154 – CENTRO – 94410300 – VIAMÃO

Hora:19h

Inscrições online, presencias e pelo telefone!

Quem promove:
Senac Viamão

Valor da Inscrição: Gratuito

Site: http://www.senacrs.com.br/viamao

Telefone: (51) 3434-0391

Quer lucrar um dinheiro extra na Páscoa? Cursos a partir de R$ 12 ensinam a fazer guloseimas

A Páscoa está chegando e nada melhor do que ganhar um bom dinheiro fazendo ovos e chocolates. Datas comemorativas são sempre boas opções para aqueles que desejam faturar mais e a Páscoa oferece um grande leque de oportunidades. A tradicional troca de ovos de chocolate durante a Páscoa gera oportunidade de negócio e renda extra para muita gente, como prova o aumento na oferta e na procura de cursos que ensinam como produzir, precificar e vender delícias na temática.

Com investimento a partir de R$ 12 (para cursos com 2h30 de duração) até propostas em que profissionais renomados do setor ministram oficinas que duram o dia todo (e custam a partir de R$120), há capacitação para todo o tipo de demanda e de bolso, como descreve Ana Paula dos Santos, gerente comercial da Maria Chocolate. “Desde a inauguração da loja, em 1990, oferecemos cursos de confeitaria com aulas práticas e teóricas que objetivam ensinar pessoas a terem renda extra ou mesmo uma profissão. Eles são disponibilizados o ano todo e, na época que antecede a Páscoa, a grade aumenta bastante. Tanto que lançamos a oferta temática em dezembro e desde então a procura tem superado nossas expectativas com alunos inscritos mesmo no mês das férias e até na quarta-feira de cinzas”, comemora. Vale registrar que o programa de oferta de cursos segue durante todo o mês de março, com a última aula prevista para o dia 27, já na Semana Santa, também com módulos direcionados ao público infantil.

Entre as opções, Ana destaca os cursos promovidos por fornecedores de matérias-primas por serem os mais em conta, R$ 12, valor que é revertido para compras no término da aula em que ensinam a produzir ovos de colher, trufados, decorados e cupcakes. Ela cita ainda as Oficinas de Páscoa, aula prática em que o aluno produz um ovo em classe e já leva o produto para casa. O custo é R$ 48, com R$ 10 revertidos para consumo de matéria-prima.

Renda o ano inteiro – Assim como a oferta de cursos, o público que procura as aulas é variado, segundo Ana Paula. “A cada ano tem aumentado, com pessoas vindo cada vez mais cedo já que é possível iniciar um negócio de confeitaria com investimento baixo, a partir de R$ 150, R$ 200, valor que permite a compra de matéria-prima e embalagens para começar a produzir”. E reforça: “Principalmente em tempos de crise econômica, a área de alimentos é uma aposta que dá retorno rápido: chocolate é renda o ano inteiro. Tanto que a demanda é maior agora, muitos clientes começam na Páscoa para gerar renda extra, mas o negócio pode evoluir e se tornar até mesmo a atividade principal”, avisa. Ana informa que entre o público também há os que querem aprender por hobby, a fim de produzir doces para reunir a família no domingo de Páscoa e até crianças, que participam das oficinas por pura diversão.
Sobre o retorno financeiro, a gerente afirma que o lucro pode até mesmo ultrapassar os 100%. “Falando só do chocolate, o kg do nacional custa entre R$ 23 e R$ 30 e rende, em média, quatro ovos de 250g cujo valor médio de venda está na faixa de R$ 40. Então, a margem de lucro é de 100% para cima, lembrando que os cursos também ensinam os alunos a precificar, a embalar e fornecem outras dicas de venda.”
Entre as tendências para temporada 2018, ela destaca os ovos recheados e o desconstruído, produto disposto em embalagem de plástico com base que lembra o ovo tradicional de chocolate mas que, na verdade, leva recheios inovadores e finalização especial com a decoração de guloseimas como barrinhas e tubetes.

Curso técnico em hospedagem 2018 do Senac, veja inscrição e vagas

O curso tem a proposta de preparar o aluno para receber, conduzir e orientar pessoas ou grupos durante passeios, traslados e viagens no âmbito local, regional ou nacional, além de informar os aspectos socioculturais, históricos, ambientais e geográficos.

O início das aulas está previsto para terça-feira, dia 20 de março, e deve se estender até o dia 9 de dezembro de 2019. As aulas acontecerão às segundas, terças e quartas-feiras, das 19h às 22h30.

Curso técnico em hospedagem Senac

O curso tem a proposta de formar profissionais para atuar em hotéis e outros locais que queiram implantar serviços hoteleiros. O curso desperta o espírito empreendedor do aluno e o capacita para operacionalizar e coordenar os serviços de hospedagem e realizar um atendimento eficaz aos clientes e colaboradores.

A inscrição deve ser feita até o dia 06 de março.

As aulas deverão se estender até o dia 24 de abril de 2019, e acontecerão de terça a sexta-feira, das 8h às 12h.

Inscrições

As inscrições devem ser feitas através do site: www.sp.senac.br/piracicaba.

Para mais informações:

O Senac Piracicaba está localizado na Rua Santa Cruz nº 1148, bairro Alto, em Piracicaba/SP.

Confira 6 dicas para escolher um bom Curso Técnico

 

Com certeza você já ouviu muito falar que se deve conhecer bem a si mesmo e aos cursos e carreira que pretende seguir, não é verdade? Fazer um curso técnico pode ser uma ótima escolha para quem quer entrar logo no mercado de trabalho ou pretende mudar de área. Esse tipo de curso tem foco na prática e prepara o aluno para vagas que pedem por profissionais especializados. Você pode começar o técnico ainda quando estiver no ensino médio. Porém, para pegar o diploma, é necessário que tenha terminado o colegial.

Uma das maiores diferenças entre o curso técnico e a faculdade é a duração: um técnico dura entre um ou dois anos, enquanto um curso de bacharelado leva de quatro a seis anos. Por isso, esse tipo de ensino é mais procurado por quem pretende entrar rapidamente no mercado. “Como os técnicos focam questões práticas e favorecem vivência e experiência profissional, quem se forma neles têm um ótimo grau de empregabilidade”, assegura Ana Kuller, coordenadora de educação do Senac São Paulo.

Porém, vale lembrar que o curso técnico não serve como graduação e, por isso, você não pode fazer uma pós-graduação se tiver apenas este diploma. Por isso, o salário de um técnico pode ser mais baixo que o de outro profissional com níveis mais altos de ensino, dependendo da área. “Mas o foco que cada um dá para a própria carreira, por meio da escolha do campo de atuação ou de uma formação que combine diferentes cursos, pode influenciar em uma remuneração maior”, afirma Ana. Para ter uma ideia de quanto cada nível de profissional recebe, você pode conferir a tabela de salários da Catho, basta clicar na área de atuação que você está procurando.

E mais: se você optar por um curso técnico, procure checar se o curso que você pretende fazer atende às suas expectativas e tem qualidade!

Quer saber como descobrir tudo isso? Confira nossas dicas e bons estudos!

As dicas para escolher o melhor curso técnico para você

1. Leve em conta o seu perfil

Você está cursando o ensino médio ou já se formou? Caso ainda esteja cursando, pode escolher entre dois cursos: integrados ou concomitantes. No integrado, é feito uma mesma matrícula para o ensino médio e o curso técnico, ou seja, você tem aulas de disciplinas do ensino médio aliadas à educação profissional. Já no concomitante as aulas do ensino médio e do curso técnico são dadas separadamente, então cada um tem uma matrícula diferente. Mas se você já concluiu o ensino médio, fará um curso técnico chamado de subsequente.

2. Pense no tipo de curso técnico que você quer fazer

É possível escolher entre três categorias de cursos técnicos: qualificação, habilitação ou especialização. No primeiro caso, você recebe uma certificação intermediária, em que se qualifica para uma determinada área de atuação. O tipo habilitação é voltado para as profissões técnicas que o mercado oferece. E, por fim, a especialização tem foco no aprofundamento de alguma área do mercado de trabalho. Leve em conta que tipo de formação está mais próxima do que você procura.

3. Consulte no site do Ministério da Educação (MEC) os cursos técnicos disponíveis

Essa pesquisa é importante para você conferir todas as opções e avaliar qual modalidade de curso te interessa e em qual área (ver link no final da matéria).

4. Pesquise quais opções de curso técnico estão em alta no mercado de trabalho

Isso pode ajudar na hora da escolha, principalmente para os mais indecisos. Entre os cursos técnicos que serão os mais procurados até 2015 estão aqueles na área industrial, como eletroeletrônica e mecânica, e os que preparam para atuação em empresas, como os cursos de programação e análise de marketing.

5. Procure uma instituição que o ofereça o curso técnico escolhido

O MEC não avalia nem certifica os cursos técnicos, mas eles são autorizados pelos Órgãos Estaduais de Educação. Por isso, o caminho mais seguro é digitar no Google “conselho estadual de educação” e pesquisar as instituições que estão listadas no seu estado. Você também pode encontrar cursos técnicos pelo Pronatec, pelo Senac e pelo Senai. 

6. Veja se a escola escolhida tem parceria com algum programa de financiamento estudantil

Um exemplo é o FIES, o financiamento estudantil do governo que tem as melhores taxas de juros do mercado. Assim, fica mais fácil bancar o estudo, caso a grana esteja apertada. Existem mais três tipos de financiamento de cursos técnicos.

Ganhe uma bolsa para fazer faculdade

A concorrência acirrada entre faculdades fez aumentar o número de bolsas oferecidas por elas. É possível fazer faculdade com descontos de até 70% no valor da mensalidade. O Quero Bolsa é um portal que reúne dezenas de faculdades com centenas de opções de bolsas.

Saiba os 8 erros inevitáveis para não ter dinheiro

Com essa crise que estamos atravessando quem não gosta de ter um dinheirinho no bolso? “O investimento costuma ser a melhor forma de alcançar a independência financeira” afirma André Bona, Educador Financeiro do Blog de Valor.

O investimento em novos produtos tem se tornado cada vez mais comum entre os brasileiros, inclusive por conta do baixo rendimento da poupança. Porém, para realizar essas aplicações é necessário conhecer verdadeiramente as formas de investir dinheiro e sempre buscar mais o que aprender. O educador financeiro do Blog de Valor, André Bona listou 8 erros que você deve evitar ao investir dinheiro.

1. Falta de planejamento

Esse é o pior erro que um investidor pode cometer. Antes de tomar qualquer decisão, é preciso ter visão estratégica e conhecer os objetivos pelos quais você pretende investir. No planejamento não existe emoção. O que manda única e exclusivamente é a razão. Traçar metas e ter disciplina.

2. Falta de humildade

Muitas pessoas têm mania de grandeza, pensam que sabem de tudo e se acham superiores por terem conseguindo alguns lucros com investimentos. Porém, o mercado financeiro vive em constante renovação e consequentemente sempre há o que aprender.

3. Não se precaver

Todo investidor quer ganhar com suas aplicações, isso é óbvio. Mas, nem sempre isso é possível. Tudo depende das mudanças de mercado, e entrar no mundo dos investimentos esperado ganhar sempre pode gerar frustrações que atrasam a vida de um investidor em potencial. Ao investir dinheiro, esteja preparado para perder dinheiro. Assim, os ganhos serão motivo de muito contentamento. Além disso, se acontecer de a primeira aplicação não gerar lucros você vai estar pronto para encarar a próxima de cabeça erguida e a melhor maneira de fazer isso é através de uma análise de seus investimentos.

4. Deixar de tentar por medo

É importante não deixar seus receios impedi-lo de aplicar dinheiro. Não se esqueça de que o investimento costuma ser a melhor forma de alcançar a independência financeira. O medo deve influenciar de forma racional para que você comece com investimentos mais conservadores e seja sempre cauteloso.

5. Não contratar um profissional

Muitos investidores iniciam suas aplicações sem a ajuda de um profissional. Isso pode funcionar quando se tem tempo e disciplina para se dedicar aos estudos e acompanhar suas aplicações a fim de saber se estão dando certo, afinal o mercado muda frequentemente. Por isso, é necessário um acompanhamento regrado para ter mais chances de aumentar o lucro e evitar prejuízos. Um auxilio profissional pode ser importante, porém você deve sempre perguntar ao profissional como ele é remunerado, a fim de evitar conflitos de interesses. Muitos profissionais são remunerados pelas comissões que você gera e não pelos resultados que você obtém e isso pode ser ruim. Você pode também utilizar ajuda profissional contratando cursos sobre investimentos. A vantagem desse tipo de ajuda é que você estudará e com o tempo não será mais dependente de uma ajuda profissional que possa ter conflito de interesses.

6. Não dividir os investimentos

Uma das melhores maneiras de investir dinheiro com baixo risco é através da divisão dos investimentos. Por exemplo, se você separou R$ 100.000,00 para sua primeira aplicação, você poderia por exemplo destinar 80% ao Tesouro Direto que é um investimento bastante seguro e 20% a Fundos Imobiliários. A divisão deve ser conforme o seu planejamento financeiro pessoal. Dessa forma você diminui riscos e tem a possibilidade de alcançar lucros maiores.

7. Não acompanhar os investimentos

Apesar da ajuda profissional ser indispensável, é preciso que o investidor acompanhe seus investimentos e esteja atento aos detalhes. Esse ponto é importante, porque um bom investidor sempre conhece suas finanças.

8. Desistir de investir dinheiro

Sabemos que investimentos não são fáceis e que demandam muito tempo e energia. Por isso, muitos investidores desistem nos primeiros anos. Continue estudando, pois apenas com persistência é possível alcançar seus objetivos e ter um bom patrimônio.

 

Curso de Comidinhas de Boteco 2018 – Senac, veja inscrição e pré-requisitos

Curso de Comidinhas de Boteco 2018. Encontros com amigos, reuniões de trabalho ou refeições diárias justificam o salto que o setor obteve, identificado pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), que aponta uma expansão anual em torno de 10% e gera cerca de 450 mil novas oportunidades de emprego por ano.

Neste contexto, o Senac Rio Grande oferece o curso de Comidinhas de Boteco. As aulas iniciam no dia 26 de fevereiro e acontecem nas segundas, quartas e sextas-feiras, das 19h às 22h.

A qualificação apresenta conhecimentos para a preparação de comidas típicas de bares e botecos brasileiros. Com carga horária de 20 horas, o curso tem como pré-requisitos a idade mínima de 16 anos e Ensino Fundamental Incompleto.

Matrículas devem ser feitas no Senac Rio Grande, localizado na Rua República do Líbano, 88. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (53) 3231-2355 ou (53) 3231-3919 ou através do site www.senacrs.com.br/riogrande.

Curso de ciências exatas 2018 gratuito para ensino médio

Novo Curso de ciências exatas. Podem concorrer alunos que estejam no 1°, 2° ou 3° ano do Ensino Médio. Todo o curso é gratuito, inclusive material.

A universidade Federal do Ceará (UFC), por meio do Programa de Educação Tutorial (PET) do Centro de Tecnologia (CT), abre inscrições para o curso de aprofundamento em ciências exatas. São 180 vagas para alunos do Ensino Médio oriundos das escolas públicas.

O Pró-ExaCTa é promovido pelos estudantes das engenharias da UFC. São aulas de Química, Física, Matemática e Redação que ocorrem aos sábados entre 8 e 12h.

As inscrições vão até o próximo dia 25 de fevereiro e podem ser feitas com o preenchimento de um formulário na página do curso do Facebook, através do link.

A Seleção ocorrerá dia 03 de março e as aulas têm início no dia 17. Todas as atividades ocorrem no Campus do Pici.