segunda-feira , 21 de Maio de 2018

Quer lucrar um dinheiro extra na Páscoa? Cursos a partir de R$ 12 ensinam a fazer guloseimas

A Páscoa está chegando e nada melhor do que ganhar um bom dinheiro fazendo ovos e chocolates. Datas comemorativas são sempre boas opções para aqueles que desejam faturar mais e a Páscoa oferece um grande leque de oportunidades. A tradicional troca de ovos de chocolate durante a Páscoa gera oportunidade de negócio e renda extra para muita gente, como prova o aumento na oferta e na procura de cursos que ensinam como produzir, precificar e vender delícias na temática.

Com investimento a partir de R$ 12 (para cursos com 2h30 de duração) até propostas em que profissionais renomados do setor ministram oficinas que duram o dia todo (e custam a partir de R$120), há capacitação para todo o tipo de demanda e de bolso, como descreve Ana Paula dos Santos, gerente comercial da Maria Chocolate. “Desde a inauguração da loja, em 1990, oferecemos cursos de confeitaria com aulas práticas e teóricas que objetivam ensinar pessoas a terem renda extra ou mesmo uma profissão. Eles são disponibilizados o ano todo e, na época que antecede a Páscoa, a grade aumenta bastante. Tanto que lançamos a oferta temática em dezembro e desde então a procura tem superado nossas expectativas com alunos inscritos mesmo no mês das férias e até na quarta-feira de cinzas”, comemora. Vale registrar que o programa de oferta de cursos segue durante todo o mês de março, com a última aula prevista para o dia 27, já na Semana Santa, também com módulos direcionados ao público infantil.

Entre as opções, Ana destaca os cursos promovidos por fornecedores de matérias-primas por serem os mais em conta, R$ 12, valor que é revertido para compras no término da aula em que ensinam a produzir ovos de colher, trufados, decorados e cupcakes. Ela cita ainda as Oficinas de Páscoa, aula prática em que o aluno produz um ovo em classe e já leva o produto para casa. O custo é R$ 48, com R$ 10 revertidos para consumo de matéria-prima.

Renda o ano inteiro – Assim como a oferta de cursos, o público que procura as aulas é variado, segundo Ana Paula. “A cada ano tem aumentado, com pessoas vindo cada vez mais cedo já que é possível iniciar um negócio de confeitaria com investimento baixo, a partir de R$ 150, R$ 200, valor que permite a compra de matéria-prima e embalagens para começar a produzir”. E reforça: “Principalmente em tempos de crise econômica, a área de alimentos é uma aposta que dá retorno rápido: chocolate é renda o ano inteiro. Tanto que a demanda é maior agora, muitos clientes começam na Páscoa para gerar renda extra, mas o negócio pode evoluir e se tornar até mesmo a atividade principal”, avisa. Ana informa que entre o público também há os que querem aprender por hobby, a fim de produzir doces para reunir a família no domingo de Páscoa e até crianças, que participam das oficinas por pura diversão.
Sobre o retorno financeiro, a gerente afirma que o lucro pode até mesmo ultrapassar os 100%. “Falando só do chocolate, o kg do nacional custa entre R$ 23 e R$ 30 e rende, em média, quatro ovos de 250g cujo valor médio de venda está na faixa de R$ 40. Então, a margem de lucro é de 100% para cima, lembrando que os cursos também ensinam os alunos a precificar, a embalar e fornecem outras dicas de venda.”
Entre as tendências para temporada 2018, ela destaca os ovos recheados e o desconstruído, produto disposto em embalagem de plástico com base que lembra o ovo tradicional de chocolate mas que, na verdade, leva recheios inovadores e finalização especial com a decoração de guloseimas como barrinhas e tubetes.

Veja também

Confira truques para recarregar a bateria do iPhone de forma muito rápida

Os consumidores da Apple reclamam bastante sobre o tempo de recarga do iPhone. Há rumores …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *