Saiba algumas dicas para não perder dinheiro na revenda do seu carro usado

 Sabemos que qualquer automóvel começa a se desvalorizar logo que sai da concessionária, o que torna a tarefa de vender o carro após um tempo ainda mais difícil do que a simples busca por um comprador. Isso é fato. Vender um veículo pela mesma quantia que foi paga em sua compra é realmente impossível.Saiba que alguns cuidados podem ajudar a alcançar um preço equivalente ou até superior ao das tabelas oficiais. Quer saber que cuidados mágicos são esses? Confira a lista:

1. Faça manutenções programadas e guarde os comprovantes

Fazer as revisões programadas pelo fabricante do veículo garante não apenas a sua segurança e da sua família, mas também uma boa valorização do seu carro na hora da revenda. Além de seguir o cronograma indicado pela montadora, é importante guardar comprovantes e notas fiscais que possam ser mostrados aos futuros interessados no veículo.

2. Observe o desempenho das rodas

Além das revisões programadas, é importante ficar atento a situações inusitadas que requerem manutenção extra. Se você pegar um buraco e sentir que o carro começou a apresentar vibrações ou tende a desviar a direção para um dos lados, procure a concessionária, mesmo fora do prazo estipulado pela montadora. Manter a conservação das rodas evita desgastes no sistema de suspensão.

3. Cuide da manutenção dos acessórios básicos

Antes de oferecer seu veículo para venda, faça uma manutenção nos acessórios mais básicos, como palhetas do limpador de para-brisa e cintos de segurança. Outra dica básica que pode render uma boa valorização do usado é limpar regularmente os revestimentos dos bancos para que a sujeira não se acumule e não cause manchas no tecido. Os bancos de couro devem ser higienizados regularmente com pano umedecido e hidratados a cada seis meses com produtos específicos.

4. Troque as pastilhas de freio sempre que necessário

Se você observar que a frenagem do carro está provocando um barulho metálico, a vida útil das pastilhas de freio pode estar no fim. A dica é cuidar disso o mais rápido possível porque, se o desgaste for maior, você pode ter de trocar também o disco do freio. Os fluidos de freio, que não são caros, também devem ser trocados a cada ano para garantir o bom funcionamento do sistema.

5. Repare eventuais danos na carroceria com urgência

Não adie o reparo de riscos e batidas na carroceria, especialmente quando há desgaste na pintura, porque a exposição do metal ao ambiente pode gerar danos que certamente vão depreciar o veículo.

6. Faça uma boa revisão antes da revenda

Se você não começou a preparar o seu usado para revenda com muita antecedência, pode correr atrás do prejuízo. Uma dica é começar solucionando problemas mecânicos que provocam ruídos e trocando ou fazendo o rodízio e balanceando os pneus. Por fim, é muito recomendável fazer uma limpeza completa no veículo, tanto na parte externa quanto no seu interior.

Seguindo esses passos, é bem provável que você consiga um bom valor pelo seu carro usado. A economia, no entanto, começa já no momento da compra do carro novo. Para obter desconto na compra do zero-quilômetro, vale buscar programas de fidelidade que garantam bônus e facilidades extras. É o caso do Fiat Itaucard, da Fiat, que pode render até 20 000 reais de desconto na compra de um Fiat novo. Funciona assim: 5% do valor das compras pagas com o cartão é convertido em pontos e cada ponto acumulado vale 1 real de desconto. Quer dizer que a cada 100 reais gastos você acumula 5 pontos. E, se o cartão for utilizado para compras e serviços nas concessionárias Fiat, revisões programadas, por exemplo, cada 100 reais gastos equivalem a 10 pontos. Fique atento e boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *