Conheça o menor celular do mundo que tem menos de 5 cm

Pode parecer, mas o celular da foto não é um modelo antigo. Com celulares ficando cada vez maiores e mais potentes, uma empresa foi no sentido oposto e criou o celular mais diminuto e barato possível. Trata-se do Zanco T1, um celular em estilo antigo com tela pequena, teclado numérico, bateria que dura mais de um dia, tamanho extremamente reduzido e preço bem mais acessível.

Segundo a empresa, é o menor celular do mundo: ele tem 4,67 centímetros de altura por 2,1 de largura e pesa apenas 13 gramas. Mesmo assim, ele tem a maioria dos recursos que se espera de um celular: alto-falante, microfone, slot para chip nanoSIM, porta de carregamento USB e um teclado totalmente funcional. Ele até tem um detalhe na sua parte superior que permite que ele seja usado como um colar ou chaveiro. O vídeo abaixo mostra mais do aparelho:

Em termos de potência, o celular é basicamente o que se poderia esperar de um dispositivo desse tamanho, de acordo com o BGR. Sua tela, por exemplo, tem resolução de 64 por 32 pixels. A memória dele é capaz de armazenar até 300 contatos e lembrar as 50 últimas ligações que você fez ou recebeu, além de armazenar suas últimas 50 mensagens SMS. No entanto, ele só é capaz de operar em redes 2G por causa de seu tamanho.

Os recursos do Zanco T1 permitem que ele seja usado para fazer ligações e enviar mensagens de texto (embora ainda não seja possível aferir a qualidade do alto-falante). De acordo com a empresa, ele é ideal para funcionar como “celular reserva” – algo para deixar no escritório, ou para usar quando for sair para algum lugar perigoso, ou para levar quando for praticar esportes, por exemplo.

Por outro lado, em termos de duração da bateria, ele não faz feio. A empresa promete que ele consegue aguentar até três dias em standby antes de precisar ser recarregado, e consegue oferecer até três horas de tempo de conversação a cada ciclo de bateria. O preço também é interessante: no Kickstarter, é possível adquirir um por a partir de 35 libras (R$ 155). A expectativa da empresa é que ele será enviado aos compradores a partir de maio de 2018.

Inicialmente, segundo o Business Insider, o projeto começou como uma piada. No entanto, no Kickstarter o Zanco T1 já tem mais de 1.500 apoiadores, e já arrecadou mais de US$ 100 mil (sua meta inicial era de US$ 33 mil).

Confira as senhas mais usadas e menos segura da internet

Senhas são a porta de entrada para praticamente tudo que é importante tanto no mundo virtual quanto no mundo real.Você provavelmente nem se dá conta disso, mas acumula pelo menos uns dez logins diferentes espalhados pela internet. Só de e-mail e redes sociais, pode por aí uns 5, no mínimo. Adicione à lista também seus serviços de streaming, sites de compras, jogos online ou portais de notícias e verá a quantidade de dados pessoais que precisa permanecer sob sigilo, acessível só mediante senha.

A verdade é que a lei do menor esforço costuma ser soberana: em vez de procurarem uma senha classificada como “forte”, muitos apressadinhos se convencem de que a “fraca” vai bastar. É pensando em reunir os principais exemplos dessa falta de preocupação que uma empresa de segurança digital elabora anualmente uma espécie de hall da fama da falta de criatividade online.

Recolhido pela SplashData, o relatório dispõe de cerca de 5 milhões de senhas vazadas na internet, principalmente de usuários da América do Norte e países da Europa Ocidental, e atesta alguns dados bem interessantes – como, por exemplo, o fato de que 3% das pessoas ainda usarem como palavra-chave o manjado “123456”.

Estima-se que pelo menos 10% desses usuários (ou 500 mil pessoas) usem uma das senhas genéricas que aparecem no Top 25. A lista, liderada pelo “123456”, tem outras sequências numéricas óbvias bem rankeadas, como “12345678” no 3º lugar, e o “12345”, na 5ª colocação. Despontam também palavras como “password” (literalmente “senha”, em inglês), “qwerty”, sequência de letras mais famosa do teclado, “letmein” (tradução para ‘deixe-me entrar’) e “iloveyou”.

“Starwars“, estreia mais aguardada para o cinema este ano, aparece na 16ª posição. Outros highlights, como o 15º colocado “abc123” (uma referência àquela do Jackson 5 ou só preguiça mesmo? Jamais saberemos),  e “jordan23”, homenagem ao número usado por Michael Jordan, são outras amostras do quão enfadonha pode ser a tarefa de criar uma senha.

Abaixo, segue a lista das 25 mais populares. Achou a sua aí? Melhor dar uma repensada no seu processo criativo.

  1. 123456
  2. Password
  3. 12345678
  4. qwerty
  5. 12345
  6. 123456789
  7. letmein
  8. 1234567
  9. football
  10. iloveyou
  11. admin
  12. welcome
  13. monkey
  14. login
  15. abc123
  16. starwars
  17. 123123
  18. dragon
  19. passw0rd
  20. master
  21. hello
  22. freedom
  23. whatever
  24. qazwsx
  25. trustno1

Nova bateria da Samsung pode ser completamente recarregada em 12 minutos

Sempre evoluindo, quase todos os itens do smarthone nos últimos tempos, o instituto de pesquisa da Samsung publicou um artigo científico explicando como funciona seu novo modelo de baterias para dispositivos móveis. As células de energia são feitas com “bolas de grafeno” e podem ser completamente recarregadas, indo de 0% a 100% de carga, em apenas 12 minutos, segundo a empresa. Em comparação, as células de íons de lítio conseguem fazer algo similar em mais de uma hora.

Além dessa característica do carregamento rápido, as novas baterias da Samsung também teriam 45% mais capacidade de armazenar eletricidade na comparação com os modelos atuais. Isso resultaria em células capazes de fazer smartphones durarem muito mais tempo longe das tomadas sem aumentar a espessura ou tamanho da carcaça.

Segundo a Samsung, o grafeno é considerado o material mais adequado para baterias em dispositivos móveis pois conta com uma série de vantagens. Na comparação com o lítio, ele consegue transferir energia 140 vezes mais rápido, tem maior capacidade de armazenamento e se mantém estável a temperaturas de até 60°C. Ou seja, o perigo de uma célula de grafeno explodir por conta de superaquecimento é bem menor. Além de smartphones, essa tecnologia poderia beneficiar largamente carros e outros veículos elétricos.

A coreana não afirma quando pretende começar a produzir baterias desse novo tipo em escala comercial, mas patentes para o novo sistema de bolas de grafeno já foram registradas na Coreia do Sul e nos EUA. Talvez os próximos top de linha da empresa, os Galaxy S9 e S9+ não contem com a novidade, mas essa seria uma boa aposta para o Note 9 ou mesmo para o Galaxy S10.

Anatel começa a bloquear celulares piratas a partir de 2018

A Anate (Agência Nacional de Telecomunicações) aprovou nesta quinta-feira (23) o calendário para bloqueio de celulares piratas no país. A medida começará a ser aplicada a partir de 9 de maio de 2018 e afetará, numa primeira etapa, apenas os aparelhos irregulares em operação no Distrito Federal e Goiás. Nas demais regiões do país, o bloqueio ocorrerá em duas fases, programadas para 8 de dezembro de 2018 e 24 de março de 2019 (veja mais abaixo nesta reportagem).

Os celulares considerados “piratas” são aqueles não certificados pela Anatel ou então que tenham o chamado IMEI (International Mobile Equipment Indentity), que é o número de identificação do aparelho, adulterado, clonado ou que tenha passado por outras formas de fraude. Esses aparelhos não seguem normas de qualidade e segurança, explicou a Anatel.

Além de celulares, outros aparelhos, como tablets e máquinas de cartão de crédito, que também usam chip e acessam a rede de dados das operadoras e que por ventura não sejam certificados pela Anatel, também poderão ser alvo do bloqueio.

Entretanto, nem todos os equipamentos irregulares serão bloqueados pela agência. A regra prevê um período em que usuários desses aparelhos comecem a ser notificados da medida. Os que entrarem na rede das operadoras antes de começarem as notificações, não sofrerão bloqueio.

A Anatel não informou quantos aparelhos irregulares estão em operação hoje no país. Dados coletados pela agência com as operadoras dão conta que cerca de 1 milhão de novos aparelhos considerados piratas entram nas redes das prestadoras mensalmente.

Um dos principais objetivos da medida é inibir a venda de celulares e tablets contrabandeados ou roubados.

Cronograma de bloqueio dos aparelhos

A medida aprovada nesta quinta pela Anatel prevê que, num primeiro momento, os donos de aparelhos piratas serão identificados e receberão mensagens de texto informando que o equipamento será bloqueado por não atender às normas da agência. Só depois dessas notificações e que os bloqueios começarão a ser feitos.

Distrito Federal e Goiás:

  • Início das notificações: 22 de fevereiro de 2018.
  • Início dos bloqueios dos aparelhos piratas: 9 de maio de 2018.

Acre, Rondônia, São Paulo, Tocantins, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul:

  • Início das notificações: 23 de setembro de 2018.
  • Início dos bloqueios dos aparelhos piratas: 8 de dezembro de 2018.
  • Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, estados do Nordeste e da região Norte:

    • Início das notificações: 7 de janeiro de 2019.
    • Início dos bloqueios dos aparelhos piratas: 24 de março de 2019.

    >>>>> Só serão bloqueados os aparelhos que forem registrados na rede das operadoras (começarem a funcionar com chip) após os períodos de notificação. No caso de DF e Goiás, portanto, o bloqueio só atingirá aqueles que forem registrados a partir de 22 de fevereiro. Em São Paulo, a partir de 23 de setembro. No Rio, a partir de 7 de janeiro.

    Recomendações ao consumidor

    A Anatel informou que o consumidor pode fazer uma checagem do número do IMEI para identificar se o aparelho é irregular ou não.

    Para isso, o consumidor deve verificar o número que aparece na caixa e o que consta do adesivo no próprio aparelho. Depois, comparar se os dois são iguais a um outro, que aparece ao se discar no equipamento: *#06#

    Caso os números apresentados sejam diferentes, explicou a Agência Nacional de Telecomunicações, “há uma grande chance de o aparelho ser irregular”.

    Segundo a Anatel, haverá uma interação com órgãos de defesa do consumidor e com o Ministério Público, o que acontecerá antes da fase de encaminhamento das mensagens sobre a adoção de medidas de restrição do uso de aparelhos irregulares.

    A Procuradoria Federal Especializada da Anatel informou que não foram identificados impedimentos jurídicos ao bloqueio apenas de novos aparelhos irregulares.

    O bloqueio não afetará os terminais exclusivos para dados (modens), pois, segundo a Anatel, não seria possível encaminhar as mensagens informativas aos aparelhos.

Google confessa que rastrea celulares contra vontade de usuários

Mesmo quando os serviços de localização dos celulares estiverem desativados pelos usuários, o Google admitiu rastrear celulares Android.

O caso veio à tona com uma reportagem publicada pelo site Quartz, que informa sobre a empresa receber dados referentes às torres de rede celular próximas dos smarthones.

A coleta de dados não era restrita a aparelhos específicos: qualquer smartphone Android recente poderia ter dados enviados ao Google.

Com o uso de dados de diferentes torres de rede celular, uma empresa como o Google poderia triangular a localização dos usuários. Apesar da criptografia usada no envio de informações de localização, um smartphone infectado com malware ou spyware poderia compartilhar esses dados com terceiros sem que o usuário saiba.

Fora isso, seria possível que o Google conte para marcas parceiras se uma pessoa foi a uma determinada loja recentemente.

O Google diz que não armazena essas informações, e nem sequer as utiliza. O intuito de recebê-las era para buscar uma nova forma de acelerar o recebimento de mensagens. Mas, após o contato da reportagem do Quartz, a companhia se comprometeu a encerrar essa prática até o fim deste mês de novembro.

Leia o posicionamento do Google sobre o caso a seguir:

“Para garantir que as mensagens e as notificações sejam recebidas rapidamente, os celulares Android modernos usam um sistema de sincronização de rede que requer o uso de Mobile Country Codes (MCC) e Mobile Network Codes (MNC). Em janeiro deste ano, começamos a usar os códigos de Cell ID dos aparelhos como um sinal adicional para melhorar a velocidade e desempenho na entrega de mensagens. No entanto, nunca incorporamos o número de Cell ID em nosso sistema de sincronização de rede, de modo que os dados são imediatamente descartados, e nós o atualizamos agora para não solicitar mais o Cell ID. O MCC e MNC fornecem informações de rede necessárias para a entrega de mensagens e notificações e estão distintamente separados do Serviço de Localização, que fornecem a localização do aparelho para alguns aplicativos.”

Aprenda como usar a Cortana como assistente pessoal padrão no celular Android

Cortana pode ser manuseada como assistente pessoal padrão no Android. Ao reprogramar o botão Home, o software da Microsoft assume o lugar do Google Now ou do Google Assistente no dispositivo, criando um atalho em qualquer tela para acessar lembretes, compromissos e comando de voz. A alternativa é útil para quem usa Windows 10 no PC e quer sincronizar suas informações no smartphone.

O passo a passo a seguir requer a instalação e configuração prévia do app da Cortana no celular. O procedimento abaixo é válido para smartphones rodando o Android 6.0 Marshmallow ou superior.

1. Acesse as configurações do Android e vá até a opção “Aplicativos”. Em seguida, toque no ícone de engrenagem na parte superior.

2. No item “Assistência e entrada por voz”, toque em “App de assistência”.

3. Veja que o Google está definido como padrão, mas você pode selecionar a Cortana. Vai abrir uma janela que começa com a mensagem “Tornar Cortana seu assistente?” Confirme a mudança tocando em “Concordo”.

4. A partir de agora, ao manter o botão de início do seu celular pressionado, o Android abrirá a Cortana no lugar do Google.

A dica é importante para quem usa Windows 10 porque permite usar o mesmo assistente no PC e no celular. Ao inserir um lembrete, nota ou compromisso no computador, o mesmo conteúdo aparece na Cortana para Android com um atalho no Home.

LG Lança novo smartphone V20 com tela 5,7 e Android 7.0

Após inúmeras especulações, a LG apresenta seu poderoso smartphone. Ele é o primeiro smartphone com tela IPS de 5.7 polegadas e resolução 2560 x 1400 pixels e também com Android 7.0 nougat. É uma grande novidade no mercado.

O V20 traz um processador Snapdragon 820, 4GB de RAM e 64GB de espaço para armazenamento (expansível para 2TB via microSD), além de contar com uma bateria removível de 3.200 mAh e suporte para o recurso QuickCharge 3.0 de recarga rápida.

Assim como o V10, o novo V20 traz uma segunda tela sempre ligada que fica logo abaixo do display principal, mostrando notificações, atalhos e outros elementos quando o seu aparelho está em modo stand-by, por exemplo.

Resultado de imagem para lg v20

Esse novo smartphone ainda conta com uma câmera traseira de 16MP e abertura f/1.8 e uma frontal de 8MP e abertura f/2.4. Para quem quer fazer vídeos, como YouTubers de plantão, o V20 traz bons recursos, como o Steady Record 2.0, uma coleção de técnicas que suavizam o vídeo gravado com uma mão mais trêmula, e a tecnologia EIS (electronic image stabilization), da Qualcomm, que também melhora a estabilização das imagens feitas com a câmera frontal.

O V20 também se destaca na parte de áudio, sendo o primeiro smartphone a trazer um quad DAC de 32-bit, o que deve fazer com que tudo soe muito bem, e conta com suporte para diversos formatos como FLAC, DSD, AIFF e ALAC.

 

Resultado de imagem para lg v20

Veja suas especificações técnicas:

  • Tela IPS de 5,7 polegadas com resolução Quad HD (2560 x 1440 pixels)
  • Tela secundária para o controle de atalhos e assinaturas (brilho de 68 nits)
  • 4 GB de RAM
  • 64 GB de memória para o armazenamento interno
  • Entrada para cartão microSD
  • Chipset Qualcomm Snapdragon 820
  • Processador de quatro núcleos Kryo rodando em até 2,2 GHz
  • Adreno 530 como placa gráfica
  • Câmera principal de 16 megapixels (estabilização óptica de imagem + autofoco automático)
  • Câmera principal de 8 megapixels (foco fixo + 135 graus de abrangência)
  • Câmera frontal de 5 megapixels (abertura de f/1.9)
  • Quatro DACs para a reprodução sonora
  • Leitor de impressões digitais embutido no painel posterior
  • Suporte às redes 4G LTE
  • Bateria de 3.200 mAh
  • Android Nougat como sistema operacional, modificado pela própria LG.

 

De acordo com a LG, o V20 está disponível em três cores, titânio, prata e rosa, e será lançado na Coreia do Sul, sua terra natal, ainda neste mês de setembro.Não sabemos quando ele estará disponível nas lojas brasileiras e também qual será o seu preço.

Top 5 melhores smartphones por até R$1.500,00 de 2016

Quando se vai comprar um smartphone, a primeira coisa que pensamos é em quanto isso vai nos custar. Logicamente, procuramos um que supra nossas necessidades, mas que caiba no nosso bolso. Abaixo confira os 5 melhores smartphones intermediários lançados em 2016 (até agora) que custam em média até R$1.500,00.

5 – Asus ZenFone Selfie 

Resultado de imagem para zenfone selfie

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Características Gerais:

  • Android 5.0
  • Display 5.5 (1920 x 1080)
  • Processador Quad-core 1.7 GHz Cortex-A53 + Quad-core 1.0 GHz Cortex-A53
  • 3GB RAM
  • Câmera traseira 13MP
  • Câmera frontal 13MP (com flash)
  • 32GB de memória (expansível até 128GB)
  • Bateria de 3.000 Mah

Melhor Preço: R$1.199,00

 

 

4- Motorola Moto X Play  

Resultado de imagem para moto x play

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Características Gerais:

  • Android 5.1.1
  • Display 5.5 (1920 x 1080)
  • Processador Quad-core 1.7 GHz Cortex-A53 + Quad-core 1.0 GHz Cortex-A53
  • 2GB RAM
  • Câmera traseira 21MP
  • Câmera frontal 5MP
  • 32GB de memória (expansível até 128GB)
  • Bateria de 3.630 Mah

Melhor Preço: R$1.489,00

 

 

3- Asus ZenFone 2

Resultado de imagem para zenfone 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Características Gerais:

  • Android 5.0
  • Display 5.5 (1920 x 1080)
  • Processador 2.3 GHz Quad Core
  • 4GB RAM
  • Câmera traseira 13MP
  • Câmera frontal 5MP
  • 16GB de memória (expansível até 64GB)
  • Bateria de 3.000 Mah

Melhor Preço: R$1.149,00

 

 

2- Motorola Moto G4 Plus

Resultado de imagem para moto g4 plus

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Características Gerais:

  • Android 6.0.1
  • Display 5.5 (1920 x 1080)
  • Processador Quad-core 1.5 GHz Cortex-A53 + Quad-core 1.2 GHz Cortex-A53
  • 2GB RAM
  • Câmera traseira 16MP
  • Câmera frontal 5MP
  • 32GB de memória (expansível até 128GB)
  • Bateria de 3.000 Mah

Melhor Preço: R$1.319,00

 

 

1- Samsung Galaxy A5 2016

Resultado de imagem para a5 2016

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Características Gerais:

  • Android 5.1.1
  • Display 5.2 (1920 x 1080)
  • Processador 1.6 GHz 8 Core
  • 2GB RAM
  • Câmera traseira 13MP
  • Câmera frontal 5MP
  • 16GB de memória (expansível até 128GB)
  • Bateria de 2.900 Mah

Melhor Preço: R$1.390,00

 

Agora é só ver o que lhe chamou mais atenção e dar uma busca detalhada sobre ele. É uma opinião pessoal, cada pessoa se identifica com o que for mais benéfico para si.

Gionee S6, Android com corpo metálico e especificações respeitáveis por menos de US$ 300

gio

Gionee é uma fabricante chinesa de smartphones Android que busca seu lugar ao sol em um disputado mercado que vê o sucesso de compatriotas como a Xiaomi. Para conquistar a atenção dos usuários a empresa aposta na receita especificações decentes a um preço muito baixo, como é o caso do modelo Gionee S6 que acaba de ser disponibilizado para os consumidores indianos por um valor equivalente a US$ 295.

O corpo do Gionee S6 possui pouco menos de sete milímetros e apresenta 89 por cento de metal em sua construção, além de garantir 77,8 por cento de aproveitamento da parte frontal pela grande tela AMOLED de 5,5 polegadas com resolução FullHD de 1080 x 1920 pixels. Em seu interior vemos um processador de oito núcleos a 1.3 GHz, acompanhado de 3GB de memória RAM, além da bateria de 3150 mAh.

No quesito câmera temos um sensor traseiro de 13 megapixels com flash LED, e uma solução frontal de 5 megapixels para selfies, que serão armazenados na memória interna de 32 GB (expansível via cartão microSD de até 128GB). Tudo isso gerenciado pelo Android 5.1 Lollipop sob a interface Amigo OS versão 3.1. O Gionee S6 pode ser comprado no mercado indiano (e também no chinês) nas versões em dourado, prata e ouro rosa, por um valor próximo dos US$ 300 (aproximadamente R$ 1.200, sem impostos). Abaixo você confere a lista de características técnicas.

  • Tela AMOLED de 5,5 polegadas com resolução Full HD (1080 x 1920 pixels)
  • Processador Mediatek MT6753 de oito núcleos a 1,3GHz e GPU Mali T-720
  • 3GB de memória RAM
  • 32GB de espaço para o armazenamento interno, expansível via cartão microSD de até 128GB
  • Câmera traseira de 13MP e frontal de 5MP
  • Slot para segundo chip SIM híbrido (ou utiliza um cartão microSD ou o segundo SIM)
  • Suporte para 4G LTE e USB Type-C
  • Bateria de 3.150mAh
  • Dimensões de 151,9 x 74,6 x 6,9 mm
  • Android 5.1 Lollipop com interface AMIGO OS 3.1

Como sempre destacamos, é pouco provável que o Gionee S6 seja encontrado nas lojas brasileiras de forma oficial, sendo necessário aos interessados apelarem para meios de importação, arcando com as devidas taxas envolvidas no processo.

Especificações do LG G5 ‘Lite’ ou ‘Beat’ é vazada

lgg

Espera-se que a LG lance o seu próximo top de linha, o G5, no próximo dia 21 durante a MWC 2016, mas, até então, não havia informações sobre a existência de uma versão “lite” desse dispositivo. Um smartphone de modelo “LG H840” foi flagrado em testes de benchmark com especificações bem similares ao G5 comum (possivelmente LG H830), exceto pelo processador e pelas câmeras.

O modelo que está sendo chamado de LG G5 Mini traz o recém-anunciado Snapdragon 625 em vez do 820 esperado para o G5 tradicional. Fora isso, ele teria uma tela de tamanho bem próximo e também com resolução 2K, entre outras similaridades.

Contudo, há uma informação bem intrigante: ele foi flagrado usando o Android KitKat 4.4, uma versão do Robô lançada há cerca de dois anos. É muito improvável, entretanto, que ele chegue ao mercado com esse software defasado.

Há ainda especulações de que esse tal H840 seja o próximo LG G5 Beat, seguindo a tradição já marcada pela LG com os aparelhos “Beat”. Ainda assim, esses modelos têm sido historicamente bem menos potentes do que as especificações flagradas no GXF Bench mostram. Confira:

  • Tela: 5,3’’ com resolução 2K (2560×1440)
  • Processador: Snapdragon 625 octa-core 1,8 GHz
  • GPU: Adreno 510 (a Qualcomm confirmou que esse processador teria a 506)
  • RAM: 3 GB
  • Armazenamento: 32 GB
  • Câmeras: 7 ou 8 MP traseira e frontal
  • SO: Android KitKat 4.4

espAinda não se sabe se esse modelo será lançado junto com o G5 comum, mas é provável que ele seja apresentado algum tempo depois caso seja realmente o G5 Beat.