Enem 2015: como superar a ansiedade das provas

Veja dicas de professores e especialistas de como vencer e superar a ansiedade das provas do Enem 2015.

“Dizer ao aluno para não ficar ansioso é bobagem, já que isso é uma característica pessoal. Um nível de ansiedade é sempre esperado para essa ocasião, mas o mais preocupante é quando ela passa dos limites de normalidade. As provas do Enem são desgastantes.

Os alunos ficam cansados. E a grande questão é o valor que é depositado em uma prova. É muito interessante que os candidatos acreditam que essa avaliação decidirá os rumos da vida. Esse é só um obstáculo na carreira e não é ela em si, ou seja, não é o determinante se o aluno será um bom profissional e terá um futuro brilhante ou não. Se há o entendimento por parte dos candidatos de que o Enem ou qualquer outro vestibular é apenas uma prova durante a vida, o aluno a realiza pensando que o esforço valerá a pena para alcançar a faculdade e o curso que deseja. Não perder a dimensão de que a avaliação é só um elemento dentro de um processo maior normalmente ajuda a baixar a ansiedade.”

ANTONIO CARLOS AMADOR PEREIRA (psicólogo e professor da PUC-SP)
“Ansiedade é uma experiência de tensão diante de uma situação que você vê como perigosa, seja ela imaginária ou concreta. Todo mundo tem um pouco de ansiedade. O problema é quando ela se torna muito intensa. Ao fazer um exame como o Enem, certo nível de ansiedade é normal: se não tiver o mínimo, não vai nem estudar. Se começar a se preocupar demais achando que vai fracassar, o sentimento vai ficando muito forte. Por isso, é importante estudar um pouco todos os dias e ter disciplina – isso ajuda a controlar a ansiedade. Quem não se prepara vai ficando mais tenso conforme se aproxima a data do exame”.
HELIO ROBERTO DELIBERADOR (psicólogo e professor da PUC-SP)
“É importante que a ansiedade normal não se exceda a ponto de atrapalhar o desenvolvimento e a boa experiência que cada um pode obter no Enem. Atividade física e uma alimentação correta são formas de relaxamento e ócio criativo ajudam a se acalmar para as provas”.

Fonte: universia.com.br

Candidato conseguiu acessar a correção detalhada de sua prova de redação do Enem

Estudante abre a caixa preta. Em uma decisão inédita, um estudante de direito de Itapevi (SP) conseguiu acessar a correção detalhada de sua prova de redação das edições de 2014 e 2013 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2015).

Até então, além da nota final da prova, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgava apenas a vista pedagógica da redação e as notas em cada competência.

Mas, depois de uma decisão da Controladoria-Geral da União (CGU) de 8 de junho, acatada pelo Inep, o aluno conseguiu ver as notas recebidas por todos os corretores.

Fernando Rodrigues, de 28 anos, fez as provas do Enem em 2013 e 2014 e, depois de receber a nota da última edição, decidiu solicitar ao Inep o acesso às notas que ele recebeu de cada corretor da prova. Ele usou o telefone de atendimento aos estudantes, mantido pelo MEC, mas recebeu resposta negativa.

Vista pedagógica
Em nota divulgada pelo Ministério da Educação, o Inep afirmou que “trata todas as questões da LAI de acordo com a legislação em vigor”.

Em 2012, o Ministério da Educação e o Ministério Público Federal (MPF) assinaram um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) para garantir “o direito de vistas de provas de redação a todos os participantes, com fins pedagógicos”.

Nota abaixo do esperado
Rodrigues precisou abandonar o colégio particular, onde era bolsista, no segundo ano do ensino médio, por dificuldades financeiras. Ele fez o Enem em 2013 para conseguir o certificado de conclusão do ensino médio.

No ano seguinte, decidiu fazer a prova novamente para tentar uma bolsa de estudos do Programa Universidade para Todos (Prouni). Com média final de 616,94 pontos (e 660 na prova de redação), ele acabou sendo aprovado em um curso de direito em São Paulo no início do ano.

Informações via G1

Enem 2015: greve na rede estadual, secretaria pede o adiamento de vestibular e prazo para Enem

A Secretaria de Estado da Educação toma algumas providências para que os alunos do 3.º ano do Ensino Médio não sejam prejudicados, em razão das duas greves dos professores neste ano. A secretária, professora Ana Seres, entrou em contato com a Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público (Apiesp) solicitando que as universidades estaduais adiem as datas dos vestibulares e o prazo do Enem. Também foi feito contato com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep).

Na conversa com a Apiesp foi solicitado, ainda, que as instituições de Ensino Superior aguardem um pouco mais para receber a documentação dos alunos que vão concluir o Ensino Médio.

Muitos estudantes vão terminar o 3.º ano apenas em 2016, em razão do calendário de reposição das aulas. “Nosso esforço é para facilitar a vida dos estudantes”, disse Ana Seres. A solicitação é para que os estudantes possam fazer os vestibulares e, caso sejam aprovados, tenham um prazo a mais para apresentarem os históricos escolares, pois a conclusão efetiva e lançamento das notas finais deverão ser feitas somente em fevereiro de 2016.

O presidente da Apiesp, Aldo Nelson Bona, afirmou que há um entendimento que os estudantes não podem sair prejudicados. “As universidades estaduais definiram o adiamento dos vestibulares em razão da greve que aconteceu na rede estadual de ensino básico, para que os alunos não saiam prejudicados”, explicou.

A Apiesp é uma instituição que reúne sete universidades estaduais do Paraná: Universidade Estadual do Paraná (Unespar), Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Universidade Estadual de Londrina (UEL) e Universidade Estadual de Maringá (UEM).

ENEM – Além dos vestibulares, outra preocupação da Secretaria da Educação é com os alunos que vão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Na quarta-feira (10), a Secretaria enviou um ofício para o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep) solicitando a prorrogação do prazo de inscrição para o Enem.

A incerteza do cumprimento do calendário escolar, gerada pela greve, fez com que muitos alunos não fizessem a inscrição para o Enem. “Fizemos essa solicitação para que esses estudantes não saiam prejudicados e possam fazer a prova do Enem”, afirmou a superintendente da Educação, Fabiana Campos. Ainda não houve um retorno do ofício encaminhado para o Inep. As inscrições para o Enem terminaram no dia 5 de junho.

Informações de Odiario

[feed url=”http://g1.globo.com/dynamo/educacao/enem/2015/rss2.xml” number=”25″]

Enem 2015 tem 1 milhão de inscritos a menos – Concorrência diminui

O Exame Nacional do Ensino Médio registrou 8.478.096 inscritos, segundo balanço divulgado nesta terça-feira (9) pelo ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro. O número é inferior ao de inscrições na edição de 2014, quando foram cerca de 9,5 milhões de registros.

Para o ministro, a queda de 1 milhão de inscritos entre as edições de 2014 e 2015 foi consequência de uma redução de 5 milhões para 3,7 milhões de inscritos que pediram carência da taxa. Na avaliação de Janine Ribeiro esses candidatos que pediam isenção da taxa “pensaram duas vezes” antes de se inscrever.

A partir deste ano, os candidatos isentos que faltarem no dia da prova perderão o direito na edição seguinte. O ministro afirmou que, no ano passado, 2,2 milhões de candidatos isentos não fizeram o exame. “São quase 2,2 milhões de livros [que foram para o lixo]”, disse Janine Ribeiro. “É um desperdício injustificável.”

O ministro claro não falou, mas o aumento abusivo da taxa de inscrição contribuiu para a diminuição de candidatos.

Enem 2015: quais os dias da prova

Muitos alunos ainda tem dúvidas sobre os dia e a data das provas do Enem 2015, o Ministério da Educação (MEC) decidiu suspendeu a entrega do cartão de confirmação do Enem na versão impressa. Neste ano, os candidatos só poderão checar seu local de provas acessando o site oficial do Enem.

O cartão de confirmação contém o número da inscrição; data, hora e local da realização das provas; indicação de atendimento especial (se necessário), opção escolhida para a prova de língua estrangeira e solicitação de certificação do ensino médio (se for o caso).

As provas do Enem 2015 acontecerão nos dias 24 e 25 de outubro, com início às 13h30, conforme o horário oficial de Brasília. É obrigatória a apresentação do documento de identificação original com foto para a realização das provas.O candidato deverá usar caneta esferográfica de cor preta e fabricada em material transparente.

Os candidatos NÃO podem levar lápis, lapiseira, caneta fabricada por material não transparente, borracha, livros, manuais, anotações e quaisquer dispositivos eletrônicos (calculadoras, agendas eletrônicas ou similares, telefones celulares, smartphones, tablets, ipods, pen drives, mp3 ou simular, gravadores, relógios, alarmes de qualquer espécie ou qualquer transmissor, gravador ou receptor de dados, imagens, vídeos e mensagens). Além disso, durante as provas, não pode usar óculos, chapéus, bonés, viseiras, gorro ou simulares. Também está proibido ausentar-se em definitivo da sala de provas antes de decorridas duas horas do início das provas.

Ao todo, serão aplicadas uma redação e 4 provas objetivas contendo cada uma 45 questões de múltipla escolha. Os portões abrem às 12h e fecham às 13h. A partir das 13h, os participantes deverão aguardar em sala de provas até que seja autorizado o seu início, às 13h30, após o procedimento de verificação de segurança. No caso dos candidatos sabatistas, eles deverão aguardar para iniciarem as provas do primeiro dia às 19h (horário de Brasília).

No sábado, dia 24, os candidatos farão os exames de Ciências Humanas e suas Tecnologias e de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, que abrangem as disciplinas de história, geografia, filosofia, sociologia, química, física e biologia. A prova terá duração de 4 horas e 30 minutos, contadas a partir do momento em que o aplicador autorizar o seu início. No domingo, dia 25, serão aplicadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, de Matemática e suas Tecnologias e uma redação.

As questões objetivas deste dia avaliarão os alunos em matemática, língua portuguesa, literatura, língua estrangeira (inglês para Enem 2015 ou espanhol), artes, educação física, tecnologias da informação e comunicação. A duração das provas será mais longa, com 5 horas e 30 minutos, para que o aluno tenha tempo de redigir o seu texto. O gabarito do Enem 2015 do Enem 2015 será divulgado até o dia 28 de outubro.

Informações via universia.com.br

Como resolver a prova do Enem 2015 com facilidade – Dicas

Pode-se notar que o Enem é uma prova bastante singular, de modo que exige do candidato uma estratégia um pouco diferente dos demais vestibulares na hora da resolução. Confira a seguir qual é o passo a passo recomendado pelo educador Mateus Prado:

1 – Resolver os itens mais fáceis
“Se eu sei que as mais fáceis geram a maior nota, eu preciso fazê-las primeiro, principalmente no segundo dia no qual quem está preparado não consegue fazer em 5h30 a redação, ler os 45 textos de linguagem e fazer, mesmo que simples, os cálculos de matemática. É impossível”, diz ele.

Descobrir quais são elas é uma atividade bastante intuitiva, é o que realmente parece não exigir muito tempo para ser respondido. Por isso que o educador afirma: “se tem uma que você sabe fazer, mas você viu que demora 10 minutos, pule-a. Não sei fazer? Pula. Não é marco quais são fáceis e volto depois, porque assim você vai perder tempo”, disse. Deste modo, seu conselho é: “comece a prova por onde você se sente mais seguro e depois passe para a outra prova desse dia. Resolveu todas as fáceis? Passa para o gabarito do Enem 2015”.

2 – Faça o mesmo com as questões médias

3 – Resolva as difíceis
Frente aos itens mais complicados, o aluno tentará solucioná-los. Caso não consiga, o educador sugere o chute: “na hora que você chuta na mesma letra, sua probabilidade de acerto é de 20%. Se você tem segurança que acertou a maior parte, o acaso aumenta se você escolher na alternativa que menos deu para você. Todo bom vestibular não vai pesar muito na mesma prova numa única alternativa. Imagine a situação: você, estudante, está acertando tudo, mas nota que tem 15 alternativas A na sua prova de 45 questões.

Você pensa que tem algo errado. Então todo bom vestibular distribui os gabarito do Enem 2015s: se são 5 alternativas, as respostas corretas estarão entre 8 e 10 questões de cada uma delas. Logo, se você colocar na que deu menos, você vai aumentar sua sorte ao acaso.”

Informações via universia.com.br

Deixar questões em branco no Enem 2015 é bom ou não

O professor do cursinho declarou que haveriam situações nas quais deixar perguntas em branco seria mais vantajoso para o candidato do que arriscar um chute. Tendo em vista que o estudante apenas terá nota zero se não identificar sua prova marcando a cor ou escrevendo a frase correspondente, são atribuídas notas também para as questões em branco.

Por isso, Mateus Prado alerta que não marcar nenhuma alternativa na folha de resposta não deve ser uma estratégia adotada pelo candidato:

“Por não saber resolver a questão, ela já vai atrapalhar sua coerência, principalmente se entre os itens não respondidos estiverem alguns fáceis. Mais errado do que está não pode ficar. Se você chutar em algum lugar, o que pode acontecer é ficar menos errado, melhorar sua coerência.

Piorar nunca vai”. E, por fim, reforça: “é melhor ser coerente, mas sempre é melhor acertar uma questão do que errar, deixar em branco”.

Enem 2015: 3 dicas para fazer uma boa redação

Veja abaixo três importantes dicas para se sair bem na redação do Enem. Um dos principais objetivos do texto dissertativo é propor que o estudante apresente e defenda um ponto de vista sobre uma situação-problema, assumindo uma posição e inserindo o conteúdo do texto em uma espécie de diálogo social.

Para isso, é necessário que ele tenha a capacidade de compreender a proposta de redação, aplicando conceitos de diversas áreas do conhecimento para elaborar uma reflexão crítica sobre o tema em questão.
Entretanto, muitos estudantes apresentam dificuldades durante a elaboração de um texto crítico que, ao mesmo tempo, respeite a estrutura permitida pela prova. Se esse é o seu caso, confira a seguir 3 formas de trabalhar o seu texto para que ele apresente uma reflexão crítica:


1 – Aproveite as informações e os argumentos extraídos nos textos da coletânea

Utilize a coletânea de textos fornecida pela prova como inspiração para o seu texto. Não copie trechos de nenhuma delas, utilize as suas próprias palavras.


2 – Incorpore ao seu texto o seu repertório cultural e pessoal

Você pode utilizar em seu texto fatos atuais presentes na mídia ou experiências pessoais vividas por você como repertório, desde que eles sejam pertinentes ao tema proposto.


3 – Apresente conhecimentos pertinentes e coerentes

Procure utilizar repertórios que sejam coerentes com a análise da situação apresentada como tema da redação. Não fuja da proposta, procure envolver só os assuntos que forem pertinentes ao tema.
Siga essas dicas e garanta um ótimo desempenho na prova de redação do Enem 2015!

 

Fonte: Universia Brasil

 

Enem 2015: como melhorar os estudos para prova

O Enem 2015 vai te ajudar a ficar muito de bem com a vida se tiver um excelente nota, pois conquistará o ingresso na universidade por meio dessa prova, que vem ganhando cada dia que passa mais espaço no Brasil.

Melhore seus estudos para o Enem 2015 com a ajuda das provas de anos anteriores, onde terá a chance de conhecer um pouco mais desse teste. Acesse o site https://www.mec.gov.br e veja o campo especifico para os dados do Enem, e nesse espaço você terá acesso as provas e gabarito do Enem 2015s.

Conquistando assim a oportunidade de estudar para esse teste com custo zero. Aproveite o exame Nacional do Ensino Médio e veja como conquistar mais oportunidades de ingresso para a universidade.

GRUPO DE ESTUDO PARA O ENEM 2015

O Enem 2015 está entre os principais meio de conquista de uma vaga no ensino superior de graça. Não ter custo para estudar em universidade de qualidade é um grande diferencial em sua vida e vai fazer total diferença sempre.

O Exame Nacional do Ensino Médio está entre os locais que te ajuda a ficar de bem com a vida para ter grandes diferenciais com relação as oportunidades de ter um futuro melhor por meio da educação. Porntanto, um dos maios mais eficazes de estudar é unir os amigos e colocar a mão na massa junto com quem está nessa empreitada com você, querendo grandes diferenciais e conquistando muito sucesso nesse processo.