Saiba porque as baterias do Galaxy note 7 explodem: Samsung responde

Como você sabe, o Galaxy Note 7 tem apresentado vários problemas com baterias que explodem. Você faz ideia do porquê isso vem acontecendo? Várias perguntas vêm sendo feitas com este tema, e a Samsung do Reino Unido respondeu com um comunicado:

“Baseado na nossa investigação, descobrimos que era um problema com a célula da bateria. Um superaquecimento da célula acontecia quando o anodo entrava em contato com o cátodo, o que é um erro muito raro no processo de produção”, diz a resposta.

Resultado de imagem para galaxy note 7 que explod

Por mais que os smartphones tenham evoluído bastante nos últimos anos, os módulos de bateria não conseguiram acompanhar todo esse avanço, ainda dependendo de componentes químicos altamente inflamáveis como, por exemplo, o lítio, que também possui um elevado potencial eletroquímico.

Quando uma bateria defeituosa superaquece, suas células se quebram, dando início a uma reação em cadeia, algo chamado de “fuga térmica”, uma das principais razões pelo qual ela explode. O problema pode ser engatilhado por um simples curto-circuito ou, como nesse caso, um defeito de fabricação.

A situação que envolve o tablet é tão séria, que até mesmo o órgão responsável pela regulamentação de voos e segurança dos passageiros nos EUA está cogitando banir o Galaxy Note 7 de embarcar nas aeronaves.

Mas eles afirmam que nunca houve relatos de ninguém que tenha se machucado em nenhuma parte do mundo e que quando acontece, é um caso isolado, apenas na bateria e não no aparelho.

LG G5 SE Special Edition: detalhes do hardware, câmera e design

G5

O novo LG G5 SE (Special Edition) é a aposta da LG para o mercado topo de linha que deu as caras no Brasil. Em um grande resumo, essa versão veio de certa forma “capada”, mas ainda assim não dispensa boa qualidade e excelente hardware para um topo de linha.

Hardware

De cara, há três diferenças entre o modelo lançado lá fora e o SE: a memória RAM, que vem com 3GB enquanto que o modelo comum contém 4GB; o processador Snapdragon 652 (oito cores de 1,6GHz), que vem no lugar do Snapdragon 820 (dois cores de 2,3GHz e dois de 1,6GHz); e a GPU, que é um Adreno 510 no lugar do mais moderno Adreno 530 da outra versão. Fora isso, as demais especificações são iguais. Memória interna de 32GB, tela de 5.3 polegadas IPS de 1440 x 2560 e bateria de 2.800mAh.

A bateria é algo que pode ser preocupante, mas o Android 6.0 permite um bom gerenciamento de energia nativamente. E para quem usa o celular por 12 horas corridas pode ficar tranqüilo, já que ele chega no final do dia com uma carga ainda. Já aqueles que ficam jogando, nas redes sociais, vídeos e outras atividades online podem descarregar em cerca de 7 horas corridas, algo consideravelmente fraco e que praticamente exige uma carga a mais ao longo do dia.

Foi feito testes de estresse com o aparelho, rodando jogos e vários apps ao mesmo tempo, e ele segurou bem o desempenho. Jogos mais modernos como Mortal Kombat X mesmo ainda tiveram alguns engasgos neste caso, mas nada extremo que não fosse passível.

Design

O design dele é bastante similar aos modelos G passados, mas com um ar “premium” por conta do visual metálico. Há um sensor de impressão digital no botão traseiro de Ligar/Desligar/Descansar, ele adota o padrão USB-C para maior conforto do usuário (nada mais de errar na hora de inserir o contector), e há uma bateria semi-modular que pode ser retirada com um pequeno desencaixe na parte inferior.

 

Câmera

cg5-cg5A melhor parte de longe do G5 SE é sua câmera. São duas câmeras traseiras, sendo uma comum e uma grande-angular de 16MP e abertura de f/1.8, e uma frontal de 8MP com abertura de f/2.0. É possível gravar vídeos em 1080p em 30fps na frontal e 2160 em 30fps na traseira. Talvez seu único pecado seja o foco, que por algum motivo durante os testes não se adaptava muito bem aos comandos e às vezes era extremamente lento.

Para quem curte catucar com o software da câmera, ela contém um modo manual para alterar a exposição, ISO, balanço de cor, modo de imagem, entre outras várias opções de edição diretamente no app, como o modo de tirar foto usando as três câmeras ao mesmo tempo (exemplo acima).

Nota: as fotos foram editadas e não condizem com a resolução real da imagem publicada.

Veredicto

Com o preço da concorrência quase na faixa dos R$4 mil, o preço sugerido de R$3.499 (sem contar possibilidade de descontos) para o G5 SE soa interessante, mas para os mais atentos soa como mais caro já que os concorrentes contém um hardware bem superior. O aparelho é bonito, tem boa capacidade e vai garantir excelentes fotos. Não é preciso se deixar levar que ele é uma versão mais fraca do G5 comum, ele dá conta do serviço fácil no final das contas.

O único porém fica pela bateria. A proposta é que a bateria modular é fácil de tirar, e realmente é, mas não há carga reserva para haver essa troca de bateria enquanto o aparelho fica ligado. No caso, não há inovação nesse quesito, é uma simples troca de bateria como já se fazia antes nos celulares.

Prós:

  • Câmera de alta qualidade
  • Android 6.0
  • USB-C

Contras:

  • A bateria semi-modular é nada além de uma bateria fácil de tirar
  • O foco não funciona muito bem
  • O preço poderia ser melhor

Smartphone Positivo Twist M, Twist 4G e o Twist S: ficha técnica e preço dos aparelhos

posiA Positivo acaba de anunciar a sua nova linha de smartphones Twist. No total, são três modelos diferentes que compartilham algumas das mesmas características.

As especificações dos aparelhos da nova linha incluem tela de 5 polegadas (FWVGA), Android 6.0, 1GB de RAM, processador quad-core de 1.3GHz (3G) e 1.0GHz (4G) e suporte para dual-SIM, que permite usar dois chips de operadoras ao mesmo tempo.

O primeiro é o Positivo Twist M, que traz como diferencial o fato de possuir 16GB de espaço para armazenamento interno (expansível para 32GB via microSD).

Já o Positivo Twist S, como o nome sugere, é voltado para quem gosta de fazer selfies. Por isso, ele conta com câmera frontal de 8MP (os outros da linha trazem apenas 5MP na câmera frontal) e outros recursos, como detector de rosto e sorriso, HDR e ainda traz um “pau de selfie” de fábrica.

Por último, temos o mais completo (e caro) Positivo Twist 4G, que se diferencia justamente por oferecer suporte para navegação em redes 4G.

De acordo com a Positivo, o Twist M e o Twist S chegam às lojas ainda julho com preço sugerido de 650 reais cada. O Twist 4G, por sua vez, será lançado “em breve” e vai custar 700 reais.

Lumia 650 XL tem novas fotos liberadas, veja ficha técnica

xl3Como já tínhamos falado, o Lumia 650 XL acabou tendo seu projeto encerrado pela Microsoft por inúmeros fatores, incluindo a decadência na venda da linha e a crise econômica que se abateu sobre os maiores mercados da empresa, diminuindo assim o poder de compra de seus consumidores.

Ainda assim, há quem acredite que a casa de Redmond apenas adiou o lançamento do dispositivo para fazer com que ele pudesse ser melhor trabalhado até que o sistema operacional estivesse realmente estável, já que na época do lançamento do Lumia 650 ainda víamos muitas reclamações com relação aos problemas do Windows 10 Mobile, sendo esperado que todos eles sejam solucionados na geração Redstone 1 da plataforma. Agora, novas imagens do suposto Lumia 650 XL foram disponibilizadas pelo portal italiano AGGIORNAMENTILUMIA, onde é possível vermos o aparelho em pleno funcionamento.

De acordo com o que pode ser visto, o phablet contava com uma versão ainda inicial do Windows 10 Mobile, algo que pode ser percebido pelo enorme ícone da Windows Store e pela presença do “Project Spartan”, codinome utilizado pelo navegador Edge até que este fosse lançado oficialmente. Isto vai ao encontro das informações de que o smartphone foi de fato descontinuado ainda em um estágio inicial, não havendo sequer tempo para vermos como ele se sairia com compilações mais recentes do sistema.

No mais, podemos perceber apenas que o dispositivo contaria com basicamente o mesmo visual vazado inúmeras vezes, incluindo uma estrutura metálica com a traseira coberta por policarbonato, flash LED para selfies e um pequeno círculo na parte inferior de sua traseira para a saída do alto-falante. Além disso, teríamos botões virtualizados para comando do sistema, além de não ser encontrada uma tecla física para controle da câmera, principal fator que o levou a ser desconsiderado como um Lumia 850, já que a linha 8XX ficou conhecida por levar a tecnologia PureView para faixas menores de preço.

xlInfelizmente, não há como sabermos se a Microsoft ainda pretende lançar o Lumia 650 XL neste segundo semestre durante a MWC 2016 ou se a companhia de fato guardará seus esforços para o próximo ano, quando é esperado o anúncio da nova linha Surface Phone, sendo necessário aguardarmos para vermos quais serão os próximos passos da casa de Redmond para tentar entrar no mercado de dispositivos móveis. Em termos deespecificações técnicas, era dito que o aparelho contaria com:

  • Tela AMOLED de 5,4 polegadas com resolução HD (720 x 1280 pixels)
  • Chipset Qualcomm Snapdragon 212 Quad-Core com clock máximo a 1,3 GHz
  • GPU Adreno 304
  • 2 GB de memória RAM
  • 16 GB de espaço para armazenamento com suporte para expansão via microSD
  • Câmera principal de 16 megapixels com lentes ZEISS
  • Câmera frontal de 5 megapixels com flash LED
  • Moldura metálica
  • 4G LTE
  • NFC
  • Dimensões de 155,9 x 77,23 x 8,5 mm (6,92 mm na parte mais estreita)
  • Windows 10 Mobile

Samsung Galaxy S7 Edge: versão especial para as Olimpíadas, veja preço e detalhes

s2016Iniciada a pré-venda da nova edição do Galaxy S7 Edge, em versão especial para as Olimpíadas.

O smartphone terá produção limitada com apenas 2016 unidades, que serão distribuídas em mercados como Brasil, Estados Unidos, Coreia do Sul e China no valor de R$ 4.499, ou seja, R$ 200 mais caro que o preço sugerido para a versão convencional.

O design do produto conta com detalhes nas cores dos anéis do Comitê Olímpico Internacional e será disponibilizado apenas na cor preta, com botão home em amarelo, teclas de volume na cor verde e a função que liga e desliga em vermelho. A câmera do telefone ressalta o azul.

Apesar das mudanças externas, o hardware do equipamento fabricado pela Samsung continua o mesmo, tendo como diferencial um carregador sem fio.

No que diz respeito a software, a interface gráfica foi atualizada, com fonte dos ícones mais clara em fundo escuro. Um combo de aplicativos dos Jogos Olímpicos está instalado de maneira nativa no smartphone, para que os usuários possam acompanhar os resultados de seus esportes favoritos.

GFXBench o novo smartphone Sony, veja especificações e ficha técnica

sonyAs informações dizem respeitos a dois novos dispositivos da Sony : o primeiro, com o número de modelo F8331 (F833X), foi flagrado no GFXBench, com especificações superiores ao atual dispositivo topo de linha da Sony, o Xperia X Performance. O segundo dispositivo seria uma variante, de número F8332, que seria lançada juntamente com o primeiro modelo.

O site XperiaBlog informou que ambos os modelos também foram encontrados em links no UAProf (User Agent Profile). Se os rumores forem mesmo verdadeiros, este modelos poderiam ser os sucessores do Xperia X Performance, que tem o número de modelo F813X.

As informações revelam que o dispositivo viria rodando com Android 6.0.1 Marshmallow, com uma tela de 5,1 polegadas com resolução Full HD (1920x 1080), típica da Sony. Esta tela teria uma densidade de mais de 400 pontos por polegada, muito parecida à tela do Xperia X Performance. Além disso, o aparelho contaria com processador Snapdragon 820, 3GB de memória RAM e 32GB de armazenamento interno.

espeMais especificações do dispositivo indicam uma câmera principal de 23MP e uma câmera frontal de 13MP. Quanto ao design, ainda não há nenhuma novidade. Contudo, esperamos algo similar à linha Xperia X – ou será que a Sony poderia surpreender com um desenho completamente diferente?

A Sony já tem uma história em lançar dispositivos em rápida sucessão, como foi o caso do Xperia Z5, que foi apresentado apenas cinco meses após o Xperia Z4; portanto, a possibilidade de um sucessor do Xperia X Performance é perfeitamente cabível. Mas, anteriormente, a Sony informou à nossa equipe, que não estaria se afastando da linha Xperia Z para sempre “mas sim, trabalhando em uma nova abordagem para a série emblemática”. Poderia este ser o resultado desta nova estratégia?

Asus ZenFone 3 Deluxe

ZenFone 3 DeluxeApenas um dia depois de a Qualcomm mostrar o Snapdragon 821, a Asus veio a público anunciar o lançamento do primeiro smartphone equipado com o processador top de linha.

Trata-se do ZenFone 3 Deluxe, um aparelho com tela de 5,7 polegadas (com proteção Gorilla Glass 4), câmera de 23 MP, leitor de impressão digital e bateria de 3.000 mAh que, combinada com Quick Charge 3.0, eleva o carregamento a 60% em 39 minutos.

Com 2,4 GHz, o Snapdragon 821 é um processador de quatro núcleos que tem performance 10% superior à do Snapdragon 820, modelo presente em aparelhos como Galaxy S7 (Samsung), Mi 5 (Xiaomi) e HTC 10. Além dele, o novo ZenFone também conta com GPU Adreno 530, 6 GB de RAM e até 256 GB para armazenamento.

Duas edições mais modestas estarão disponíveis, ambas com Snapdragon 820: uma com 6 GB de RAM e 64 GB de espaço, a outra com 4 GB de RAM e 32 GB de espaço. Os aparelhos serão vendidos a partir de agosto, dentro de uma faixa entre US$ 500 e US$ 780, mas num primeiro momento apenas em Hong Kong e Taiwan.

Smartphone LG V10: preço e ficha técnica

v10No ano passado a LG lançou um novo smartphone com a promessa de ser o parrudão da turma. O LG V10 é um smartphone robusto e, diferente da linha G da marca, contém design completamente novo, ou seja, sem características de modelos anteriores. Com um display de 5,7 polegadas com resolução quadHD, o modelo possui a maior tela vista em smartphones.

Mesmo que a outras marcas já tivesse produtos com duas telas na parte frontal dos smartphones, a LG apostou em uma segunda tela de 2.1” localizado acima do display principal. Ali são mostradas notificações entre outras funcionalidades.

Suas medidas são pouco mais elevadas que o normal (159,6 x 79,3 x 8,6 mm e 192 gramas). Apesar disso, as configurações de hardware compensam qualquer ponto negativo. Com processador hexa-core Qualcomm Snapdragon 808 (1 quad-core de 1.44 GHz Cortex-A53 e outro dual-core de 1.8GHz Cortex-A57), além da Adreno 418 e 4GB de memória RAM, o smartphone está entre os melhores smartphones do mercado.

Ele ainda possui 64GB de armazenamento interno com a possiblidade de ampliação via cartão microSD de até 120GB.

O smartphone possui ainda excelente câmera de 16 MP e uma frontal com 5MP, além da capacidade de gravar vídeos em 4K com 30 frames por segundo. Para suportar todas as funcionalidades do LG V10, uma bateria de 3000 mAh promete ser suficiente. O V10 ainda não está à venda no Brasil. Que este cenário mude em 2016

LG K4 – Dispositivo leve no peso e salgado no preço

k4-2O LG K4 foi lançado junto com a nova linha K de smartphones da companhia de tecnologia sul-coreana no Brasil. A ideia da linha é ter um apelo maior para o mercado jovem e o K4 é o modelo de entrada da linha. Como você já deve ter lido nos reviews anteriores desse blog, a briga nesse segmento vai ser bastante forte! Especialmente, com a volta da chamada Lei do Bem, que isenta smartphones e notebooks de algumas fabricantes.

 

O LG K4 deve sofrer um pouco para superar os principais rivais no gosto dos consumidores. E não apenas pelo preço, na faixa entre R$ 595  e R$ 699, um pouco salgado pelo que oferece. Equipado com a versão 5.1 do Android Lollipop, processador Media Tek Quad Core de 1 GHz e memória RAM de 1 GB, o aparelho não causa uma impressão lá muito boa, com design pouco atrativo e que remete aos modelos mais antigos da marca.

O aparelho tem uma tela de 4,5 polegadas, com resolução de 480 por 854 pixels, o que realmente é pouco se você deseja assistir à vídeos e consumir mídias sociais. A bateria de 1.860 mAh também peca no desempenho e pode te deixar na mão com algumas horas de uso, principalmente se você for uma pessoa acostumada a compartilhar cada momento de seu dia nas redes sociais.

Compartilhar os momentos, aliás, é uma tarefa que pode desagradar ao usuário do LG K4. As câmeras — traseira de 5 megapixels e frontal (a da selfie) de 2 — não são ágeis na resposta e a qualidade da foto, com resolução 2592 x 1944 pixels, não é das mais nítidas, apesar do flash de LED.Para fazer suas selfies, a LG personalizou duas funções na câmera: o Quick Selfie – um gesto com as mãos – e o virtual flash (quando a tela se ilumina para bater fotos no escuro).

Por outro lado, é preciso fazer justiça: a gravação em vídeo não decepciona e apresenta boa qualidade para quem gosta de filmar o dia a dia e postar em redes sociais, por exemplo.

Alcatel Flash Plus 2 com sistema de áudio Hi-Fi e preço baixo

fl2Há poucas horas, a fabricante Alcatel, que no começo do mês teve seu flagship flagrado em testes de benchmark, resolveu mostrar ao mundo seu mais novo smartphone, chamado Flash Plus 2.

O aparelho, que chega como sucessor do Flash Plus lançado ano passado, traz uma elegante traseira de metal, que por si só, já caracteriza o aparelho como sendo algo mais “premium”.

Outras configurações técnicas só reforçam a sofisticação passada pelo design; o Flash Plus 2 traz uma tela IPS de 5.5” com resolução Full HD (1920×1080), processador MediaTek Helio P10, GPU Mali T860, 2GB ou 3GB de RAM, 16GB ou 32GB de armazenamento, câmeras de 13 MP (com f/2.0, auto-foco misto e Flash LED dual tone) e 5MP (com flash LED e lentes de 84º) e uma bateria de 3.000mAh (não removível) com suporte à tecnologia de carregamento rápido.

O sistema operacional fica por contra do Android 6.0 Marshmallow, e o aparelho possui conectividade com a rede 4G. Confira um vídeo promocional a seguir:

Dois recursos que merecem destaque no Flash Plus 2 são o seu leitor biométrico (posicionado na parte traseira), capaz de reconhecer impressões digitais em até 0.5 segundos, e seu sistema de áudio Hi-Fi que traz um chip de áudio 32-Bit AKM4375 DAC e amplificador NX9890 com níveis de controle de 5 a 9 dB.

O Flash Plus 2 será oferecido nas cores prata (Luna Silver) e dourado (Venus Gold). A venda do modelo em questão está direcionada para os mercados de Monaco, Filipinas, Vietnam, Tailândia e na Malásia. Ele chegará às lojas com preço equivalente a US$160 pela versão com 2GB/16GB e US$190 pela versão com 3GB/64GB.